Justiça entrega documentos à comunidade indígena do Jaraguá

Compartilhar

Neste sábado (30), os juízes Reinaldo Cintra Torres de Carvalho e Daniel Issler, integrantes da Coordenadoria da Infância e da Juventude do TJSP, estiveram no Centro de Integração da Cidadania (CIC) para entrega de documentos aos índios das aldeias Pyau e a Ytu, que compõem a terra Indígena Jaraguá. A iniciativa, pela primeira vez realizada em São Paulo, faz parte do projeto Cidadania, Direito de Todos, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

            O mutirão foi organizado pela Coordenadoria da Infância e da Juventude com o apoio dos juízes Reinaldo e Daniel, ambos fizeram parte da equipe do CNJ - quando o projeto foi criado em 2010 - e tiveram participação na criação e na execução do projeto em alguns Estados, como Manaus, Amazonas e Mato Grosso do Sul.

            O objetivo é conceder aos indígenas que vivem próximo às áreas urbanas, documentos essenciais para o exercício da cidadania como carteira de identidade, Carteira de Trabalho, CPF, certidão de nascimento entre outros que garantem direitos.

             Reinaldo Cintra disse que o projeto visa ainda facilitar a obtenção de documentos e a regularização dos registros civis dos índios com a inclusão da sua origem indígena (aldeia de nascimento) e do seu nome indígena de batismo para todos os efeitos civis. "O projeto traz à comunidade indígena o exercício pleno da cidadania", assegurou o magistrado que também assinava os RGs dos menores, suprindo a assinatura do seu responsável quando não estava presente.

            O técnico indigenista e coordenador técnico local da Fundação Nacional do Índio (Funai) na cidade de São Paulo, Márcio José Alvim do Nascimento, disse que foi dada prioridade à comunidade do Jaraguá por conta das condições em que ela se encontra. "Iniciamos aqui um trabalho para garantir a essa comunidade a plena cidadania. Possuindo os documentos, eles poderão obter todos os benefícios como do INSS e outros programas do governo. Esse é o primeiro passo, agora é fazer com que as políticas públicas cheguem até eles". Márcio falou ainda da necessidade da demarcação de terras, melhoria na habitação e implantação do saneamento básico. "Louvo os juízes Reinaldo e Daniel por trazer a iniciativa e reunir todos os órgãos públicos para realizar essa ação de cidadania". Ele destacou o desembargador Márcio Martins Bonilha Filho, na época corregedor dos cartórios de registros públicos, por toda orientação e apoio, bem como aos demais parceiros.

 

            Parcerias - Daniel Issler falou da importância da articulação entre os parceiros e de todo o trabalho feito previamente. A  Funai  fez um levantamento geral nas aldeias, checando nomes, erros de grafia, organizando os nomes e documentos já existentes, tomando as providências necessárias. Com isso, hoje os índios já puderam voltar a suas aldeias com o documento requerido, somente o RG será entregue em data posterior.

           A iniciativa conta com a parceria da 2º Vara dos Registros Públicos; Funai; Receita Federal do Brasil; Cartório do Registro Civil do Distrito do Jaraguá; Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD); Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial; Secretaria de Direito Humanos da Presidência da República e da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania.

           O projeto é retratado na obra "A Questão Indígena", coordenada pela juíza Valéria Lagrasta e pelo desembargador Caetano Lagrasta, onde estão organizados vários textos sobre a vida indígena e os problemas que envolvem a cidadania dos índios. Na abertura, consta o relatório do projeto Cidadania, Direito de Todos, elaborado por Reinaldo Cintra e Daniel Issler, quando estavam no CNJ.

           Estiveram presentes na entrega de documentos, o prefeito de São Paulo Fernando Haddad; o secretário-adjunto da Justiça e da Defesa da Cidadania, Roberto Fleury; o delegado-adjunto da Delegacia da Receita Federal da Pessoa Física, Ricardo Sierra Fernandes; a escrevente do cartório do Registro Civil do Distrito do Jaraguá, Monete Hipólito Serra e  o secretário de Promoçåo da Igualdade Racial de São Paulo, Netinho de Paula,

           Reinaldo Cintra revelou que no próximo ano será realizado o mutirão nas outras aldeias de São Paulo e de que a Coordenadoria da Infância e Juventude pretende levar o projeto a todas as aldeias do Estado.

 

           Comunicação Social TJSP – LV (texto e fotos)

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais