BRASIL: Na mídia: jornal paulista inventa cortes de repasses da União para PE

Compartilhar

 

O jornal O Estado de S. Paulo é desmentindo não apenas pela ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior. O próprio Eduardo Campos nega que houve diminuição proposital dos repasses.

 
Por PT no Senado Segunda-feira, 11 de março de 2013

No jargão jornalístico, quando uma notícia é publicada com uma ou mais informações erradas, costuma-se dizer que tal veículo cometeu uma “barrigada”. E foi justamente isso que aconteceu na edição deste domingo do vetusto jornal paulista O Estado de S. Paulo, com a matéria “Dilma reduz repasses para estado de Eduardo Campos. O jornal se desdobrou para mostrar que os repasses do Governo Federal para o estado de Pernambuco estão caindo na gestão de Dilma porque o governador, Eduardo Campos, almeja disputar as eleições presidenciais de 2014.
O jornal é desmentindo não apenas pela ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior. O próprio Eduardo Campos nega que houve diminuição proposital dos repasses como a matéria de domingo tenta mostrar.
Diante da correção feita por Miriam Belchior e por Eduardo Campos, não houve alternativa para o jornal senão publicar na edição desta segunda-feira (11/03), a correção dos erros, conforme a matéria “Não há discriminação em repasses, diz planalto”.
No texto dessa matéria, o governador Eduardo Campos é taxativo ao negar que haja “discriminação contra Pernambuco por parte do Governo Federal no tocante a transferência de recursos”. Ele acrescenta que o governo estadual também tem recebido investimentos do PAC “que tem tramitação mais ágil e é à prova de contingenciamentos”.
Em nota à imprensa , o Ministério do Planejamento contesta as informações equivocadas do jornal O Estado de S. Paulo ao mostrar que, no caso de Pernambuco, a média anual de execução dos investimentos do PAC entre 2011 e 2012 é 22% superior à média anual do período 2007 a 2010. A nota do Ministério afirma que a reportagem também se equivoca na série histórica de transferências voluntárias ao desconsiderar a especificidade do ano de 2010, quando houve a enchente do Rio
Uma que levou os estados de Pernambuco e Alagoas à calamidade. Os recursos destinados à Pernambuco, R$ 466 milhões, para mitigar essa tragédia elevam consideravelmente as transferências de 2010 que, por consequência, também aumentou a média do período de 2010, diz nota.
Ainda segundo a nota do Ministério do Planejamento, a reportagem do jornal O Estado de S. Paulo em nenhum momento solicitou dados ou esclarecimentos junto aos órgãos federais, daí citar que “é falsa a conclusão da reportagem de que haveria algum tipo de discriminação do Governo Federal com qualquer estado brasileiro”. Isto, porque o Governo Federal trabalha de forma republicana, investindo indistintamente um volume crescente de recursos, em todos os estados brasileiros, para melhorar a qualidade de vida de toda a população.
Para evitar que o jornal cometa outra “barrigada”, o próprio governador Eduardo Campos aborda outra questão importante, a MP 595 dos Portos, ao reconhecer que o único “desconforto” na relação entre o estado e a União é a retirada da autonomia do Porto de Suape, prevista na medida provisória. “Mesmo neste caso, temos encontrado a abertura necessária para negociar uma solução de consenso”, afirma Campos na matéria “Não há discriminação de repasses, diz planalto”.

 
 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais