Para Nobel da Paz, Bolsa Família é exemplo para o mundo

Compartilhar

Em entrevista ao programa “Fantástico”, da “TV Globo”, exibida no domingo (2), Kailash Satyarthi elogiou os programas de transferência de renda do governo brasileiro. Vencedor do Prêmio Nobel da Paz, em 2014, o ativista luta há 35 anos contra o trabalho infantil e salvou 80 mil crianças na Índia, onde nasceu e trabalha.

“Quando você fala do Brasil, você pode ver a minha cara. É como a minha segunda casa. Eu amo o País, eu amo o povo. Alguns dos meus melhores amigos são brasileiros”, contou.

Segundo ele, o Brasil tornou-se um exemplo importante a partir da aplicação do Bolsa Família, sobretudo por conseguir tirar as crianças do trabalho e as colocar na escola. Para Satyarthi, há ainda muitos esforços a serem integrados.

“Educação, luta contra o trabalho infantil, saúde, tudo pode ser convertido em um único esforço. Como o Bolsa Família, que pode ser utilizado em outros países”, disse o indiano.

Em dezembro, antes de ganhar o Nobel, ele esteve no Brasil e se encontrou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Paulo. Além do Bolsa Família, o indiano elogiou as políticas públicas brasileiras de combate ao trabalho infantil. “Eu sei que a luta contra o trabalho infantil está muito próxima ao seu coração”, disse a Lula, na ocasião.

Satyarth vai dividir o Nobel da Paz com a paquistanesa Malala Yousafzai. Com apenas 17 anos, ela ficou conhecida mundialmente depois de sofrer um atentado comandado pelo grupo terrorista Talibã. Malala defendia o direito das meninas do Paquistão a estudar. Os prêmios serão entregues aos dois no dia 10 de dezembro.

Fonte: Agência PT de Notícias, com informações da TV Globo e do Instituto Lula

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais