Governo ONS desmente racionamento de luz noticiado pela “Folha”

Compartilhar

 

Jornal Folha de SP confunde Brasil com São Paulo

O diretor geral do Operador Nacional do Sistema elétrico (ONS), Hermes Chipp, desmentiu, nesta quarta-feira (5), a existência de qualquer possibilidade de adoção de racionamento de energia no País por causa dos baixos estoques de água nos reservatórios das hidrelétricas.

A informação foi manchete da edição de hoje do jornal “Folha de S. Paulo” e mereceu desmentido enérgico do responsável pela gestão do sistema interligado de distribuição do setor elétrico brasileiro, por meio de nota veiculada na página da ONS na internet.

“O conteúdo da matéria (jornalística) é alarmista e não corresponde à realidade dos resultados dos estudos do programa mensal de operação do mês de novembro”, sintetizou Chipp na abertura do esclarecimento ao público.

O diretor do ONS disse que o corte seletivo de energia, anunciado pela reportagem, “não tem fundamento” e “não é verídico”.

De acordo com a autoridade, a demanda nacional por energia elétrica tem atendimento assegurado com a adoção de medidas corriqueiras, como o acionamento pleno de usinas termelétricas, movidas a combustíveis como óleo e gás natural, e das disponibilidades energéticas das regiões Sul e Norte.

 O objetivo das medidas é, segundo Chipp,  é minimizar a utilização dos estoques (de água) armazenados nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

Segundo a nota, o período chuvoso começou dentro da normalidade, conforme previsões dos institutos de meteorologia CPTec/Inpe e Cemaden. Chipp também reforça a ideia de que não se cogita medidas radicais para atuar contra um problema que não chegou a se configurar como irrevogável – a falta de chuvas.

Fonte: Agência PT de Notícias

 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais