Governo Federal lança iniciativas para reduzir casos de Aids no País

Compartilhar

O ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (1º), Dia Mundial de Luta contra a Aids, a criação de um Fundo para financiar projetos sociais sobre o tema, além da campanha #partiuteste, que busca chamar atenção dos jovens sobre o cuidado com a doença. O objetivo da ação é reduzir a incidência da Aids no País.

O órgão também divulgou dados do Boletim Epidemiológico HIV-Aids que, entre outros pontos, apontou queda na mortalidade, estabilização no quadro da epidemia e aumento no número de pessoas em tratamento da Aids pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Uma das ações anunciadas pelo Ministério da Saúde, o Fundo Nacional de Sustentabilidade às Organizações da Sociedade Civil, o chamado Fundo Positivo, tem como desafio arrecadar recursos da iniciativa privada para financiar projetos sociais de Organizações da Sociedade Civil que trabalham no campo das DST/Aids e Hepatites Virais. Cerca de 350 organizações trabalham com o tema no Brasil.

Outra iniciativa do ministério é o lançamento da campanha entre os jovens incentivando o uso da camisinha e o teste rápido que detecta o vírus HIV em poucos minutos, com material segmentado para gays e travestis.

Boletim - Entre os principais números do Boletim Epidemiológico HIV-Aids, está a redução de 13% na mortalidade por Aids no Brasil. Do total de mortes no período, 198.534 (71,3%) aconteceram entre homens e 79.655 (28,6%) entre mulheres.

O estudo mostra ainda que cerca de 734 mil pessoas vivem com HIV no País. Deste total, 80% (589 mil) foram diagnosticadas. Os dados também mostram que a epidemia no Brasil está estabilizada, com taxa de detecção em torno de 20,4 casos, a cada 100 mil habitantes.

“Nós temos um quadro nacional de estabilização do quadro de Aids, mas que não nos permite trabalhar com segurança, tranquilidade. O Brasil, com essa dimensão continental, nos mostra situações desafiantes”, avalia o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Ainda de acordo com o anúncio, em 2014 o Brasil registrou aumento de 29% no número de pessoas em tratamento da Aids com antirretrovirais pelo Sistema Único de Saúde (SUS), na comparação com 2013. De janeiro a outubro de 2013, 47.506 pessoas entraram em uso de medicação antirretroviral, já em 2014 foram 61.221 pacientes.

Fonte: PT Câmara

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais