Em 9 anos, 7 vezes mais pobres nas universidades do País

Compartilhar

Cada vez mais brasileiros de baixa renda frequentam faculdades Brasil afora. De acordo com a Síntese de Indicadores Sociais (SIS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta quarta-feira (17), a parcela dos universitários pobres no ensino superior público teve um crescimento recorde: quase sete vezes nos últimos nove anos. Passou de 1,4%, em 2004, para 7,3%, em 2013.

A faixa de jovens com idade entre 25 e 34 anos com curso superior praticamente dobrou: de 8,1% para 15,2%, no mesmo período. Enquanto isso, os estudantes mais ricos deixaram de ser maioria nas universidades, tanto nas instituições públicas, quanto nos particulares. Passaram de 55% para 38,8%, entre 2004 e 2013.

Entre os fatores apontados pelo IBGE para o fenômeno estão o aumento do acesso à educação básica e as políticas públicas para ampliação de vagas. “Toda uma geração se beneficiou de programas de expansão de acesso ao ensino superior, como Programa Universidade para Todos (ProUni) e as cotas”, explica a pesquisadora do IBGE Betina Fresneda. Segundo ela, a melhoria da renda das famílias também permitiu também o maior ingresso de jovens na universidade.

A escolaridade média da população jovem, de 25 anos ou mais, também cresceu. De 2003 para cá, o número de anos de estudo passou de 6,4 para 7,7. Esse aumento foi ainda maior entre os mais pobres. Estes ganharam quase dois anos a mais de estudo, de 3,7 para 5,4.

Os dados também mostram uma redução do atraso escolar entre os mais pobres. A distorção idade-série, que era 4,3 vezes maior entre os com menor renda, passou para 3,3 vezes, quando comparados com os de maior poder aquisitivo. Isso significa um número maior de alunos na série adequada à cada idade.

Em casa – Outro dado apontado pelo estudo mostra que a parcela de indivíduos da chamada “geração canguru” aumentou. São filhos com mais de 25 anos, já formados, mas que ainda moram com os pais. O índice passou de 21,2% para 24,6%. Isto é, um em cada quatro jovens com 25 a 34 anos ainda não saiu de casa.

Entretanto, a taxa de ocupação dessa faixa é elevada, com 90,7% empregados. Trata-se, ainda, de uma essa geração com maior escolaridade, com média de 10,9 anos de estudo.

Por outro lado, o número de jovens que não trabalham nem estudam, os “nem-nem”, também aumentou: passou de 19,7%, em 2014, para 20,3%, em 2013.

Fonte: Agência  PT de Notícias

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais