Dilma assina nova MP de valorização do salário mínimo em 2002

Compartilhar

 

A presidenta Dilma Rousseff assinou nesta terça-feira (24) a nova Medida Provisória de valorização do salário mínimo. Para ela, o texto que prorroga até 2019 o modelo de reajuste resulta na manutenção das conquistas dos trabalhadores nos últimos 12 anos.

A valorização acima de 70% nos rendimentos, nos últimos quatro anos, também foi lembrada pela presidenta como prova da solidez da economia brasileira.

“É importante o Brasil continuar com a política de valorização do salário mínimo porque é o reconhecimento que o crescimento econômico não se dá em detrimento do trabalhador, nem tampouco se dará sem que a gente reduza políticas sociais”, declarou.

Hoje o salário mínimo é ajustado de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior e a variação do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores.

A nova MP entrará em vigor por 120 dias, até que o Congresso aprove o texto que irá substituir o projeto sancionado no mês passado, que estendia a regra em vigor desde 2011.

Durante a cerimônia de assinatura da MP, a presidenta ressaltou que as medidas de reajuste fiscal do governo são fundamentais para manter as garantias trabalhistas conquistadas nos últimos anos.

Dilma afirmou ainda que as mudanças são necessárias para que o País enfrente uma “dificuldade conjuntural”, sendo capaz de manter os programas sociais. “Vamos manter todas as políticas sociais, manteremos o Minha Casa, Minha Vida, o Bolsa Familia”, garantiu.

Fonte: Agência PT

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais