Internautas questionam Moro sobre rumos da Lava Jato

Compartilhar

 

Mais uma vez, simpatizantes do governo, movimentos progressistas e militantes do PT dominaram os debates sobre política nas redes sociais. Como ocorreu durante os protestos do dia 12, nesta quinta-feira (16), a hashtag #ExplicaMoroPorqueSoPT tornou-se um dos dez temais mais populares no Twitter.

Na véspera, as redes sociais serviram para mobilização contra o PL da Terceirização, prejudicial às conquistas dos trabalhadores brasileiros, que teve sua votação adiada.

Os internautas usaram o marcador para cobrar do juiz da 13º Vara Federal do Paraná, Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, investigações mais consistentes sobre recursos repassados pelas empresas envolvidas a partidos como PSDB, PMDB e PSB.

Os participantes do tuitaço também cobraram explicações do magistrado em relação a não inclusão do senador Aécio Neves (PSDB-MG) entre suspeitos de envolvimento nas irregularidades.

Em delação premiada, o doleiro Alberto Yousseff, considerado testemunha-chave do processo, apontou indícios de irregularidades cometidas pelo senador tucano nas Centrais Elétricas Furnas.

“Mesmas empreiteiras da Lava Jato fizeram leilão de cartas marcadas com o PSDB no Metrô de SP e nada acontece?”, questionou a internauta Monica Fortes.

O movimento virtual lembrou, ainda, que o ex-presidente do PSDB, Sérgio Guerra, já falecido, foi apontado pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, como recebedor de propina para abafar CPI contra a estatal no Congresso.

Prisões - Na véspera, Moro decretou a prisão do ex-secretário de Finanças do PT, João Vaccari Neto. Por meio de nota, o PT classificou a iniciativa como “desnecessária”, considerando que o petista sempre esteve disponível para prestar os esclarecimentos necessários à Justiça.

“Basta de denúncias e prisões seletivas!”, protestou Heriberto Pozzuto.

Segundo o partido, há esforços para criminalizar doações legais feitas ao PT por empresas que estão sob investigação.

Em depoimento à CPI da Petrobras, no dia 9, Vaccari demonstrou aos parlamentares que outras legendas, dentre elas PSDB, PMDB e PSB, também receberam recursos das mesmas empresas em valores semelhantes.

“Todas as nossas contas foram aprovadas pelo Tribunal. Todas as doações são feitas via transação bancária, são emitidos recibos ao doador com cópia para a contabilidade do PT, para comprovarmos o lançamento de receita, e prestamos contas”, ressaltou.

Fonte: Agência PT

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais