CUT faz mobilização nas ruas e nas redes contra o PL 4330

Compartilhar

 

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) volta às ruas, nesta quarta-feira (22), contra o Projeto de Lei 4330, que regulamenta e amplia a terceirização. O plenário da Câmara dos Deputados deve retomar, também nesta quarta, a análise dos destaques e das emendas apresentadas ao texto. O projeto teve o texto-base aprovado no dia 8 de abril.

“Se for preciso fazer uma greve nacional pra impedir que se mexa no PL 4330, não tenham dúvidas de que faremos”, afirmou o presidente da CUT, Vagner Freitas.

Em Brasília (DF), as mobilizações começarão pelo Aeroporto Juscelino Kubitschek. Os sindicalistas farão panfletagem no local como forma de pressionar os parlamentares contra a aprovação do projeto de lei. Durante a tarde, os manifestantes se reunirão em frente à Câmara dos Deputados.

O movimento também terá adesão em aeroportos de Recife (PE), Salvador (BA), Fortaleza (CE) e outras capitais. Em São Paulo (SP), a mobilização contra o projeto acontecerá na Praça do Patriarca, a partir das 12h.

Além disso, a CUT também realiza, nesta quarta, uma grande mobilização pelas redes sociais contra a regulamentação da terceirização. Durante todo o dia, haverá um tuitaço com a hashtag #PrecarizaNão. No Facebook, os internautas poderão compartilhar imagens, disponibilizadas pela central, com informações sobre os parlamentares que votaram a favor do PL 4330.

No dia 15 de março, as mobilizações promovidas pela CUT e outros movimentos sociais foram decisivas para o adiamento da votação dos destaques ao Projeto de Lei 4330 na Câmara dos Deputados.

Na ocasião, milhares de trabalhadores saíram às ruas em mais de 50 cidades e em pelo menos 23 estados, além do Distrito Federal, contra a terceirização. Somadas as estimativas dos organizadores dos atos nas regiões, mais de 75 mil pessoas participaram das mobilizações.

Fonte:  Agência PT

 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais