Caso “Aécioporto” permanece sem punição

Compartilhar

 

Na semana em que se completa setes meses da derrota do senador Aécio Neves (PSDB) para a presidenta Dilma Rousseff nas eleições do ano passado, cujo segundo turno foi realizado no dia 23 de outubro de 2014, uma série de questões que tornaram-se públicas durante a campanha eleitoral sobre a atuação política do tucano ainda não tiveram os esclarecimentos devidos.

É o caso do “Aécioporto”, o aeroporto que o ex-governador de Minas Gerais construiu na cidade mineira de Cláudio, no terreno que fazia parte da fazenda de um tio. A obra custou R$ 14 milhões dos cofres públicos e foi executada durante sua gestão à frente do estado.

O aeroporto ficou pronto em outubro de 2010 e é administrado pela família do senador. Desde outubro do ano passado, a Procuradoria Geral da República em Divinópolis, centro-oeste de Minas, entrou com uma ação para apurar se o então candidato à presidência cometeu alguma ilegalidade.

Na época, ficou comprovado que apesar de ser obra construída com dinheiro público, conduzida pessoalmente pelo então governador, o aeroporto funcionava sem autorização do órgão regulador responsável pela aviação e suas instalações no país, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A utilização da pista dependia de autorização dos filhos do dono da Fazenda, Múcio Tolentino. A ligação desse aeroporto com um notório caso de apreensão de cocaína pela polícia de Minas também continua sem esclarecimentos.

O helicóptero, de propriedade de outro senador e amigo de Aécio, Zezé Perrela (PDT), foi apreendido com 445 quilos de pasta base de cocaína em novembro de 2013 já no Espírito Santo, três horas e meia depois de fazer um pouso numa propriedade próxima ao aeroporto de Cláudio. A carga foi estimada em R$ 10 milhões.

O município de Cláudio chegou a ser citado no inquérito da Polícia Federal sobre o caso, pois a análise das mensagens telefônicas dos pilotos do helicóptero mostram que o tráfego de sinais da telefonia celular foram captadas pelas Estações Rádio Base (ERBs) da cidade.

A conexão dos dois escândalos – do helicóptero com a cocaína e o da pista na fazenda da família de Aécio Neves – é comprovado, segundo reportagens publicadas na época, pelos documentos considerados sigilosos do inquérito da Polícia Federal (PF). Nada nunca foi concluído sobre o assunto ou teve encaminhamento público nas instâncias judiciais que tenha merecido registro da mídia, desde então.

Fonte: Agência PT

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais