FHC precisa contar a história da sua reeleição, critica Lula

Compartilhar

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou, na quarta-feira (20), que o também ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) esclarecesse aos brasileiros o escândalo sobre a compra de votos para a emenda da reeleição, em 1997.

“Se ele quisesse falar de corrupção, ele precisaria contar para este país a história de sua reeleição. Eu espero que, com a mesma postura com que ele foi agredir o PT ontem à noite, ele diga – se não quiser dizer para mim não tem problema, eu sei como foi. Senta na frente do seu neto e conta pra ele. Seja verdadeiro”, criticou.

As declarações de Lula foram dadas durante a abertura do Seminário Nacional de Estratégia para o Ramo Financeiro, organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), em São Paulo, na noite de quarta.

Para o ex-presidente. FHC “não tinha o direito de falar a bobagem que falou” durante o programa partidário do PSDB, exibido em rede nacional na terça-feira (19). No vídeo utilizado para atacar o PT e o governo da presidenta Dilma Rousseff, os tucanos ignoraram os registros de corrupção no próprio partido.

“Eu vi o programa do nosso adversário na terça-feira. Fico triste, porque um homem que foi presidente da República, letrado como ele é, não tinha o direito de falar a bobagem que ele falou”, rebateu o petista.

“Não teve no nosso mandato ‘engavetador’ no Ministério Público e não teve afastamento de delegado da Polícia Federal por investigar. Só há um jeito das pessoas não serem incomodadas neste país, é serem honestas, é fazerem a coisa certa. Não tem tapete para esconder a sujeira. No tempo deles, só tinha tapete”, lembrou Lula.

O ex-presidente petista voltou a pedir que a oposição respeite a democracia e a reeleição da presidenta Dilma.

“Essas pessoas que estão batendo panela deveriam saber que democracia tem de ser respeitada, e a Dilma foi eleita presidente da República pelo voto direto”, afirmou.

“Nenhum país no mundo vai pra frente com a descrença, com o mau humor e a má vontade que está acontecendo no Brasil hoje”, criticou Lula, no evento.

Fonte: Agência PT

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais