Jô compara ameaças de morte por entrevista com Dilma ao período da ditadura

Compartilhar

 

O apresentador da TV Globo Jô Soares comentou, durante o programa exibido na noite de quarta-feira (24), as pichações feitas em frente ao prédio onde ele mora. A frase “Jô Soares morra” foi escrita no asfalto após a entrevista de Jô com a presidenta Dilma Rousseff, no dia 12 de junho.

“Aquilo só fez assustar as crianças do meu bairro, deu medo”, comentou.

“Isso me lembra um pouco dos tempos da ditadura”, criticou Jô, em referência ao episódio.

Apesar das ameaças, o apresentador afirmou que não reforçou a segurança pessoal. “Não posso reforçar uma coisa que não tenho. Eu não ando com segurança”, disse.

Além disso, o apresentador agradeceu as manifestações de apoio.

“Quero agradecer a todas as manifestações de solidariedade que recebi, inclusive ao Fernando Moraes, que foi vítima também desse ódio fascista que repercute pelas redes sociais”, afirmou Jô.

Fonte: Agência PT de Notícias

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais