MPF: Aécio e Anastasia deixaram de repassar R$ 14 bi para a saúde de Minas

Compartilhar

O Ministério Público Federal ingressou com ação civil pública para cobrar, do governo de Minas Gerais, o repasse de R$ 9,5 bilhões para a área de saúde. O valor atualizado corresponde a R$ 14,2 bilhões. De acordo com a ação, este valor deixou de ser investigo pelos tucanos Aécio Neves e Antônio Anastasia, entre 2003 e 2012, no estado.

A Procuradoria da República de Minas alega que os ex-governadores, hoje senadores pelo PSDB, descumpriram emenda que obriga aplicação mínima de 12% do orçamento na saúde. A ação informa que os governos tucanos deixaram de aplicar R$ 9,5 bilhões no Sistema Único de Saúde em Minas Gerais.

Além disso, a ação afirma que, durante 10 anos, Aécio e Anastasia fizeram manobras contábeis para tentar ocultar o não cumprimento da emenda. Para o MPF, a atitude aconteceu “em total e absurda indiferença ao Estado de Direito”.

A Procuradoria também relembra denúncia feita pela presidenta Dilma Rousseff durante campanha eleitoral. Segundo ela informou durante debate de televisão, Aécio teria utilizado recurso da saúde para pagar vacinas de cavalos. A ação civil pública do MPF confirma a informação e a não regularidade do fato.

No entanto, a ação contra os tucanos vai além e ainda aponta outras fraudes cometidas durante o governo em Minas Gerais, como gastos veterinários prestados em canil da Polícia Militar como aplicações em saúde.

Entre outras irregularidades está o lançamento de investimentos em saúde na Companhia de Saneamento de Minas Gerais, a Copasa. Para os procuradores, o fato é irregular, pois a empresa já havia informado que estes gastos eram pagos com tarifas dos consumidores.

Fonte: Agência PT de Notícias, com informações do jornal “Estado de S. Paulo”

 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais