Agressores de Guido Mantega se arrependem e pedem perdão

Compartilhar

 

Os dois empresários que agrediram verbalmente o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, em um restaurante, em São Paulo (SP), no fim de maio, voltaram atrás e pediram desculpas pelas ofensas.

Como as agressões aconteceram em local público e foram divulgadas amplamente na internet, o advogado José Roberto Batochio havia feito uma queixa-crime por injúria, calúnia e difamação.

Nesta quinta-feira (10), Mantega concedeu aos empresários seu “perdão”, exigência da lei para que a ação judicial seja suspensa. Segundo a colunista Mônica Bergamo, diante do processo, o engenheiro José João Armada Locoselli e o empresário Marcelo Maktas Melsohn procuraram o advogado do ex-ministro e propuseram acordo.

Melsohn disse que ofendeu Mantega “irrefletidamente”, afirmou estar arrependido e diz reconhecer que ele é “probo, honesto e digno”. Já Locoselli declara que nada sabe sobre o economista que “possa desaboná-lo em sua vida pública”.

Esta não foi a primeira vez que Mantega foi agredido em público. Em fevereiro deste ano, o economista também foi alvo de agressões verbais. Na ocasião, Mantega acompanhava a esposa no Hospital Albert Einstein, na capital paulista. Ela frequenta o local para tratar um câncer. Na lanchonete, eles foram surpreendidos com xingamentos. A agressão também foi gravada e divulgada nas redes sociais.

Fonte: Agência PT de Notícias

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais