Vitória da democracia: Por 8 votos a 3, STF proíbe doações de empresas para campanhas eleitorais

Compartilhar

 

O Supremo Tribunal Federal concluiu, nesta quinta-feira (17), o julgamento da ação sobre o financiamento empresarial de campanha. Por 8 votos favoráveis e 3 contra, os ministros declaram inconstitucional doações de empresas a partidos ou candidatos. A regra valerá para as próximas eleições de 2016.

A decisão fornece argumentos para a presidenta Dilma Rousseff vetar um projeto de lei que autorizava esse tipo de doação para campanhas políticas, aprovado pela Câmara dos Deputados na semana passada.

O julgamento começou em dezembro de 2013, mas em abril do ano passado o ministro Gilmar Mendes pediu vista, ou seja, tempo para analisar o documento, o processo acabou sendo interrompido por um ano e cinco meses. Nesta quarta-feira (16), o ministro apresentou voto a favor das doações empresarias, assim como, Celso de Mello e Teori Zavascki.

Contra o financiamento privado de campanhas políticas votaram os ministros, Luiz Fux, Joaquim Barbosa, Marco Aurélio Mello,  Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Luís Roberto Barroso, Cármen Lúcia, Rosa Weber.

Durante o julgamento a ministra Rosa Weber destacou que “a influência do poder econômico culmina por transformar o processo eleitoral em jogo político de cartas marcadas, que faz o eleitor um fantoche”, neste sentido reforçou apoio ao fim das doações empresariais para as campanhas.

Com o entendimento do STF a regra passa a valer nas próximas eleições de 2016, quando haverá disputa eleitoral nos municípios.

Fonte: Michelle Chiappa, da Agência PT de Notícias

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais