Confira o calendário de luta da Frente Brasil Popular SP

Compartilhar

 

Em reunião realizada na última segunda-feira (21), a Frente Brasil Popular São Paulo definiu a agenda de atividades para os próximos dias para mobilização da sociedade em defesa da democracia e contra o golpe.

Na agenda, estão programados atos em universidades, manifestações em diferentes pontos do Estado e audiências públicas para discutir a atual conjuntura política.

Nesta quarta (23) haverá uma audiência pública para debater com os deputados estaduais a situação da educação no estado de São Paulo, como o pedido de investigação sobre o desvio dos recursos das merendas das escolas públicas. O encontro acontecerá na Assembleia Legislativa, a partir das 14h, e também abordará a reorganização silenciosa, a superlotação, gestão democrática e melhores salários e valorização dos profissionais da educação.

Também na quarta, a Frente estará presente no ato promovido pelos professores e estudantes da Universidade Mackenzie, com início de previsão às 18h. Com o nome de “Mackenzistas contra o Golpe: A história não se repetirá!”, a ação é mais uma resposta da comunidade acadêmica contra a crescente onda golpista que vive o Brasil. O ato ocorrerá na Rua Maria Antônio, que há 48 anos, no período da ditadura militar, foi palco de uma batalha entre estudantes.

Na quinta (24), o momento será de sair às ruas. A Frente Povo Sem Medo realiza na região oeste da capital a "Mobilização em Defesa da Democracia: a Saída é pela Esquerda". Com concentração às 17h, no Largo da Batata, a manifestação irá até a sede da Rede Globo.

No dia 28, segunda, haverá a 4ª edição do Prêmio Heleieth Saffioti, com cerimônia na Câmara Municipal de São Paulo. Dirigido a pessoas ou entidades que tenham se destacado em ações de combate à discriminação e na defesa dos direitos das mulheres, neste ano a homenagem será ao Centro Informação Mulher (CIM) e a jovem Lilith Cristina Passos Moreira, representando as estudantes feministas do estado de São Paulo do ano de 2015.

Já na semana seguinte, dia 4 de abril, o Comitê Estadual em Defesa das Estatais de São Paulo realiza o audiência pública na Alesp intitulado Ato em Defesa da Democracia e do Patrimônio Público: contra o PLS 555, a partir das 14 horas. O encontro terá a participação de Lindbergh Farias (RJ), um dos senadores que tem atuado pelas mudanças dos pontos polêmicos do Projeto de Lei do Senado (PLS) 555, conhecido como Estatuto das Estatais.

Confira, abaixo, a agenda completa de mobilização da Frente Brasil Popular São Paulo:

22/03 (terça-feira) – 19h30 - Ato em Defesa da Democracia em Piracicaba
Local: Teatro Unimep - Rodovia do Açúcar, s/n - Taquaral, Piracicaba

22/03 (terça-feira) – 17h – Grande Ato Pela Democracia em Campinas
Local: Em frente à Catedral de Campinas - Avenida Francisco Glicério, centro, Campinas/SP

23/03 (quarta-feira) – 16h - Encontro de Sindicalistas com a presença do ex presidente Lula
Local: Casa de Portugal – Avenida da Liberdade, 602, Liberdade, São Paulo/SP.

23/03 (quarta-feira) – 18h - Mackenzistas contra o Golpe: a história não se repetirá
Local: Rua Maria Antônia, em frente ao TUSP, na Consolação, centro/SP.

23/03 (quarta-feira) – 14h - Audiência Pública sobre Educação com enfoque na CPI da Merenda
Local: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), na Avenida Pedro Álvares Cabral, 201, Ibirapuera.

23/03 (quarta-feira) – Dia Nacional de Luta do Levante nas Escolas e Universidades em Defesa da Democracia.

24/03 (quinta-feira) – 16h - Grande Ato em Defesa da Democracia
Local: Concentração no Largo da Batata, com marcha até a Rede Globo (organizado pela Frente Povo Sem Medo).

26/03 (sábado) – Brigadas Populares contra o Golpe - MAB, CMP, Levante Popular estarão em seis pontos da cidade de São Paulo com carro de som e panfletagem.

28/03 (segunda-feira) – 19h – Prêmio Heleieth Saffioti 4ª edição
Ssessão solene e homenagem ao Centro Informação Mulher (CIM) e a jovem Lilith Cristina Passos Moreira
Local: Câmara Municipal de SP – Viaduto Jacareí, 100. Salão Nobre, 8º andar.

28, 29 e 30 de março - 30 Entidades do Movimento Negro irão para Brasília (DF), percorrer os gabinetes dos deputados pressionando contra o impeachment.

31/03 (quinta-feira) – Marcha Nacional de Mobilização

31/03 até 08/04 – Ato dos Pequenos Agricultores, em Brasília (DF), com a pauta “Em defesa da Democracia e Contra o Golpe”.

04/04 (segunda-feira) – 14h – Audiência Pública: Ato em Defesa da Democracia e do Patrimônio Público: contra o PLS 555 (com a presença do senador Lindbergh Farias - RJ)
Local: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), na Avenida Pedro Álvares Cabral, 201, Ibirapuera, no auditório Franco Montoro.

Abril – UMM (União do Movimento Moradia) realizará audiências públicas na ALESP e atos contra o Governo do estado.

Fonte: Rafael Silva - CUT São Paulo

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais