Em dois meses, brasileiros realizam mais de 400 atos contra o golpe

Compartilhar

 

Cada vez mais, brasileiros e estrangeiros pedem a saída do golpista Michel Temer e a volta da presidenta eleita Dilma Rousseff

 

Em dois meses, brasileiros realizam mais de 400 atos contra o golpe

 

Desde abril, mais de 420 atos foram organizados contra o golpe em curso no país. Ao todo, mais de 90 cidades no Brasil e no exterior se mobilizaram, muitos deles de forma espontânea, em defesa da democracia e dos direitos dos brasileiros. A maior parte das manifestações foram realizadas na região Sudeste e o número de mobilizações em maio foi 36% superior ao mês anterior. No exterior, brasileiros e estrangeiros pediram a saída do presidente golpista Michel Temer e a volta da presidenta eleita Dilma Rousseff em 28 países, como Espanha, Argentina e Estados Unidos.

Atosatos

Para o secretário Nacional de Organização do PT, Florisvaldo de Souza, as pessoas começam cada vez mais a perceber o significado do “golpe”. “Foi uma trama articulada para interferir na Operação Lava Jato e, principalmente, interferir nas políticas públicas, ou seja, reduzir ou acabar com as políticas públicas que foram construídas pelo governo Lula e Dilma. E, nesse sentido, as pessoas começam a sair para as ruas para se manifestar e enfrentar as políticas mais conservadoras”, diz.

Floris ressalta a importância da participação popular nos atos

Florisvaldo ressalta a importância da participação popular nos atos

 

Florisvaldo também ressalta a importância da participação popular nos atos, uma vez que os cidadãos são os mais afetados pelo golpe, que tende a reduzir os direitos dos brasileiros. ”As pessoas começam a reagir cada vez mais forte e, inclusive, começam a pedir fim do governo Temer de forma mais contundente e volta da Dilma para retomar as políticas públicas”.

Por fim, o secretário chama o povo às ruas. “Temos que intensificar as mobilizações e a presença das pessoas nas ruas defendendo a democracia e condenando o golpe. Este é o principal instrumento que vai levar a derrota do golpe”, finaliza.

Para saber mais sobre as mobilizações, acesse a nossa agenda em pt.org.br/agenda

Assista ao vídeo das mobilizações ao redor do mundo:

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais