Eleições 2016: orientações e guias para o candidato ou filiado ao PT

Compartilhar

 

 

Partido organizou materiais de apoio jurídico, um banco de políticas públicas, um curso online, além de um site com dicas para campanha mais criativa

estrelasimagem

Com o intuito de apoiar e dar suporte aos seus pré-candidatos, o PT reuniu diversos materiais de apoio ao período eleitoral. Abaixo, elencamos as principais iniciativas:


Banco de políticas públicas 

No portal da Escola Nacional de Formação do PT, está disponível o banco de políticas públicas.

São experiências desenvolvidas por prefeituras petistas em todo o país. O banco será permanentemente alimentado com informações recolhidas junto aos coordenadores dos projetos indicados pelas prefeitas e prefeitos, a partir das seguintes diretrizes:

Desenvolvimento Sustentável
Participação Cidadã e Controle Social
Políticas Sociais e de Realização de Direitos
Gestão Ética, Democrática e Eficiente
Gestão do Território

E contemplando os seguintes temas:

Assistência jurídica, Comunicação social, Criança e adolescente, Cultura, Desenvolvimento local, Educação, Esporte e lazer, GLBT – Gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais; Gênero, Geração de trabalho e renda, Gestão e planejamento, Habitação e urbanização de favelas, Inclusão digital, Indígenas, Jovens, Meio ambiente, Participação social, Política agrícola e agrária, Políticas compensatórias, Portadores de necessidades especiais, Promoção de igualdade racial, Recursos humanos, Requalificação profissional, Saneamento, Saúde, Segurança alimentar, Segurança pública, Terceira Idade, Transporte e trânsito, Turismo.

 

Manual jurídico e documentação necessária

O Diretório Nacional produziu um Manual de Orientações Jurídicas com as normas para essas eleições já considerando as mudanças na legislação eleitoral.

Na cartilha, o pré-candidato pode esclarecer dúvidas sobre as regras para a pré-campanha e campanha, o que é permitido durante a arrecadação e o que foi vetado, além das principais datas do calendário eleitoral. Já neste arquivo, estão listados todos os documentos necessários para a candidatura.

Curso de Formação das pré-candidaturas a Vereador e a Vereadora para as eleições de 2016

O PT, em parceria com a Fundação Perseu Abramo (FPA), organizou um curso para aqueles interessados em candidatar-se ao cargo de vereador e vereadora este ano. São sete aulas, com carga total de 35 horas. Cada aula inclui um vídeo de 15 minutos, a leitura de um texto de 8 a 10 páginas e a realização de uma atividade de fixação. Após o curso, a FPA emite um certificado.

O curso abordará temas como ética partidária para as eleições 2016, debate sobre a cidade, papel do candidato na organização da campanha e organização, com planejamento a agenda da campanha. Também serão explicadas as mudanças na legislação eleitoral e o papel da comunicação e das mídias sociais.

Ja a Escola Nacional de Formação do PT está oferecendo cursos presenciais em diversas capitais. Neste fim de semana, ocorrem os dois últimos encontros, em Aracaju (SE) e Recife (PE). As inscrições devem ser feitas nos Diretórios Estaduais de onde ocorrerão os cursos.

Dicas de campanhas criativas 

O GTE (Grupo de Trabalho Eleitoral) do Diretório Estadual do PT  em São Paulo preparou uma série de dicas sobre como produzir materiais criativos. Na página, o pré-candidato poderá encontrar tutoriais sobre como fazer um vídeo com o celular, além de técnicas de edição e pós-produção dessas gravações. Também estão disponíveis dicas sobre o uso de redes sociais, produção de material para materiais de divulgação e desenho de sites. Aqui, também é possível baixar as logomarcas do PT e jingles.

 

Orientações sobre convenções

Neste documento, estão as orientações para as convenções, que devem acontecer até o dia 5 de agosto. Entre as recomendações estão: lavrar a ata das convenções e a lista de presença assinada pelos convencionais em livro aberto e rubricado pela Justiça Eleitoral; e digitalizar, imprimir e assinar a ata em duas vias para apresentação ao Juízo Eleitoral competente no prazo de 24 horas após a realização da convenção.

Para facilitar o procedimento, o diretório disponibilizou, também, um modelo de ata, que pode ser localizado no mesmo documento. As convenções poderão ser realizadas gratuitamente em prédios públicos. 

Fonte:  Agência PT de Notícias

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais