CUT promove Dia de Paralisação, quinta-feira, em todo Brasil

Compartilhar

 

 

O “esquenta para a greve geral” movimentará as centrais sindicais em diversas cidades do País para impedir a retirada de conquistas dos mais pobres

Foto: Fernando Sato / Jornalistas Livres

Foto: Fernando Sato / Jornalistas Livres

 

A Central Única dos Trabalhadores ( CUT) promove o Dia Nacional de Paralisação e Mobilização das Categorias na próxima quinta-feira (22). O ato reunirá centrais sindicais em todo o país para impedir a retirada de conquistas dos mais pobres.

Os ministros do usurpador Michel Temer já defenderam uma jornada de 12 horas diárias, apoiam a terceirização sem limites, além de mais tempo de trabalho para poder se aposentar.

“O dia 22 será o esquenta para uma greve geral, que vai acontecer se o governo Temer – o desgoverno Fora Temer – pensar em retirar qualquer direito das categorias. A greve significa a união de todas as categorias. É a unificação da luta na proposta do enfrentamento ao golpe.”, diz o presidente da CUT, Vagner Freitas.

O presidente da CUT ainda ressalta que o “preço do golpe é a repressão policial, a criminalização dos movimentos sociais. Temos que derrubar e extirpar o governo golpista. A melhor forma de fazer isto é chamando eleições diretas”, diz.

Vagner também comenta que o projeto de terceirização é o “nome bonitinho” para chamar o desemprego.

“Temer está dizendo que vai mandar para o Congresso Nacional a reforma da Previdência. Significa estabelecer idade mínima de aposentadoria para homens e mulheres de 65 anos. Por incrível que pareça, em alguns estados do Brasil, tem gente que não vive 65 anos. Está dizendo que vai ter uma medida que vai impedir a pessoa de aposentar, porque a média de vida é menor que a idade da aposentadoria”, explica.

O enfrentamento contra o golpismo, contra a retirada de direitos e pelas Diretas Já acontecerá em todo o país. Veja a programação completa em nossa agenda.

Fonte: Agência PT de Notícias

 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais