Delegação internacional participa de reunião na sede da ONU para discutir situação no Haiti (Ministah)

Compartilhar



No dia 10.10.2013, pelo terceiro ano consecutivo, uma delegação internacional foi recebida na sede das Nações Unidas em Nova York (EUA) para apresentar a exigência de retirada da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (MINUSTAH) do Haiti e também de reparação às vítimas do cólera.

Mandatada pela Conferência "Defender o Haiti é Defender a Nós Mesmos", realizada em 1o. de Junho passado, em Porto Príncipe, capital do país, a delegação foi integrada por dirigentes políticos, sindicais e de organizações populares do Haiti, Brasil, México, Guadalupe e Estados Unidos.

Mas no mesmo dia 10, por proposta dos Estados Unidos, o Conselho de Segurança da ONU, decidiu, por unanimidade, prorrogar o mandato da Minustah, até 15 de outubro de 2014, com a intenção de "renová-lo ainda mais" : "http://www.minustah.org/haiti-conseil-securite-proroge-dun-an-mandat-minustah/

Frente à inaceitável violação aos direitos de autodeterminação do povo haitiano, a delegação reunida aprovou a Declaração entitulada "2004-2014: Dez anos, basta! Fora a Minustah do Haiti!". A delegação foi apoiada por mensagens, moções e cartas de:

ARGÉLIA: deputado Labatcha, Salim - APN – SG; deputado Tazibt , Ramdane, APN; Akdjout , Amar - Secretário Geral da Federação Nacional de Trabalhadores Texteis/UGTA; Abdellah El Houari - Secretário Geral da União Geral dos Trablahdores Argelinos; Hamarnia, Mohamed Tayeb - secretário geral da UGTA; Ben Bessa Rahima, deputado APN; Zitouni Lamtaï - Secretário Geral da Organização Africana dos Sindicatos das Minas Metal e Energia; Ben Dheb, Ali - UGTA ; Djouambi, Amar - Secrétario geral da Federação dos Trabalhadores do Coméricio / UGTA; Chaabane, Souraya - deputado APN; Boufenara, Mohamed- deputado APN; ARGENTINA: CTA (Central dos Trabalhadores Argentinos); BOLÍVIA: COB (Central dos Trabalhadores Bolivianos); BRASIL: CUT (Central Única dos Trabalhadores); Eduardo Suplicy, senador; Sintrasem – Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis; DOMINICA: Arlington Wilson, Secretário-geral adjunto da National Workers’Union, NWU; FRANÇA: Jacques Girod, FO Paris; ESTADOS UNIDOS: Communication Workers of America (CWA) Local 1180; International Brotherhood of Teamsters (IBT) Local 808; GUADALUPE : ATPC Associação dos Trabalhadores e do Povo do Caribe; MÉXICO: SME (Sindicato dos Eletricitários do México); Peru: CGTP (Central Geral dos Trabalhadores Peruanos); Federação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos do Peru, Sindicatos dos Educadores do Ensino Superior do Peru, Sindicatos dos Trabalhadores em Educação de Lima, Federação dos Trabalhadores de Força e Luz, CGTP Seção Lambayeque.

 

São Paulo, 15 de outubro de 2013.

Bárbara Corrales - Comitê "Defender o Haiti é Defender a nós Mesmos" - Brasil

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais