Para secretário-geral do Bureau Internacional de Exposições, Copa e Olimpíadas no Brasil podem credenciar São Paulo a receber Expo 2020

Compartilhar



Missão de inspeção da entidade que avalia candidatura termina hoje; SP concorre
com outras quatro cidades e resultado final sai em novembro

Termina nesta quinta-feira (14) a visita a São Paulo da missão de inspeção do BIE (Bureau Internacional de Exposições) que avalia a candidatura da cidade como sede da Exposição Universal de 2020. Ao longo de quatro dias, os nove delegados da entidade – órgão bilateral que reúne 162 países e irá definir em novembro a cidade que receberá a exposição – se reuniram com autoridades dos três níveis de governo, representantes de entidades empresariais e da sociedade civil e conheceram detalhes do projeto brasileiro, como destacou hoje em entrevista coletiva o presidente da missão de inspeção, o dinamarquês Stenn Christensen. Para o espanhol Vicente Loscertales, secretário-geral do BIE, a realização da Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016 no Brasil podem credenciar São Paulo como potencial sede da Expo 2020.  

“O fato de o Brasil estar organizando outros grandes eventos, como são a Copa e Olimpíadas, é obviamente um ponto positivo. Diferentes investimentos, sinergias e intervenções em infraestrutura que são preparados para esses outros eventos são aspectos importantes”, disse Loscertales.  

“São Paulo é uma cidade vibrante e dinâmica, e muito grande. Ao longo desses dias fomos muito bem recebidos, por diferentes personalidades, e gostaríamos de agradecer”, disse Christensen. “Agora vamos preparar nosso relatório, que servirá de base para a avaliação dos países-membros do BIE”, completou.  

As Exposições Universais permitem a troca de experiências entre os países e alavancam o desenvolvimento das cidades onde são realizadas. A candidatura de São Paulo é amparada na construção de um grande centro de exposições em Pirituba, o qual parte dos recursos já foi disponibilizado pelo Governo Federal, além de uma série de outras intervenções em infraestrututra na cidade, como a construção da Linha 6-Laranja do Metrô e melhorias no viário da região.

A vice-prefeita, Nádia Campeão, e o secretário de Relações Internacionais e Institucionais, Leonardo Barchini, participaram da coletiva à imprensa. Nadia apontou que ao longo dos quatro dias, os 19 capítulos do projeto esmiuçaram detalhes da candidatura em diferentes aspectos. “A 2020 está em plena sintonia com o que pretendemos para a cidade, um novo projeto defendido por nós e pelo prefeito Haddad, sobretudo com a proposta de criar um novo pólo de desenvolvimento, atendendo a Pirituba e o seu entorno, que reúnem cerca de 1 milhão de habitantes”, disse Nádia.

Ao longo da semana, os nove membros da missão de inspeção mantiveram reuniões com representantes da Prefeitura, Estado e governo federal. Na sede da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) os diferentes pontos da candidatura foram apresentados por representantes dos governos.

A agenda teve início na segunda-feira, com uma apresentação do potencial de São Paulo para receber o evento, organizada pelo prefeito Fernando Haddad. “São Paulo é uma cidade que tem toda a condição de abrigar uma exposição universal, não só por sua infraestrutura, mas por sua cultura voltada para o acolhimento”, disse Haddad.

Na terça-feira, Loscertales, Christensen e os demais estiveram com o governador Geraldo Alckmin e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Alckmin destacou a construção da Asa Norte do rodoanel como obra que irá apoiar a realização da Expo 2020. No Palácio dos Bandeirantes os delegados receberam de presente uma camisa de futebol da seleção brasileira assinada por Pelé.

Mais cedo, no Instituto Lula, o ex-presidente colocou-se à disposição da candidatura e destacou que “poucos países no mundo tem a certeza de um futuro promissor”. “Por isso, chegaremos em 2020 totalmente preparados para um belo evento”, afirmou.

Em Brasília, na quarta-feira, o grupo se encontrou com a presidenta Dilma Rousseff e ministros, que destacaram o total apoio do Governo Federal ao projeto.


Foto: João Luiz/Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais