Haddad testa sistema de confirmação de consultas

Compartilhar



O prefeito visitou nesta sexta-feira (15) o call center da Hora Certa e conversou com pacientes por telefone. Atendentes confirmam presença em exames e consultas agendados, além marcar procedimentos da primeira ação concentrada do programa

O prefeito Fernando Haddad testou nesta sexta-feira (15) o sistema de confirmação por telefone de consultas médicas e exames durante visita ao call center da ação Hora Certa. O prefeito conversou com duas pacientes que receberam telefonemas para confirmar presença nos exames ginecológicos da primeira ação concentrada do programa.

“Eu falei com duas pessoas, uma que esperava seis meses por um exame e outra que esperava por um mês. As pessoas ficam muito surpresas ao receber um telefonema da Prefeitura, agendando ou lembrando do agendamento”, explicou Haddad. “Nós estamos desenvolvendo um projeto que vai se estender a todos os serviços do SUS no que diz respeito a consultas e exames. Nós vamos oferecer todas as condições tecnológicas para que o usuário possa melhorar o seu próprio atendimento”, afirmou.

Desde fevereiro, a administração municipal adotou o procedimento de entrar em contato com os pacientes, para confirmar presença em consultas e exames. Dois dias antes da data do atendimento, é também enviada uma mensagem SMS, lembrando o local, dia e horário marcados. Entre abril e maio, será ativada a possibilidade de receber chamada, para gerenciamento de agendamentos.

A equipe de 160 operadores realiza em média 12.500 ligações por dia. Desde que o procedimento foi adotado, foram 222.594 telefonemas. No mesmo período, 65.738 pessoas receberam os lembretes via SMS. Neste novo sistema, é importante que a população atualize seu cadastro junto às unidades de saúde.

“Temos algo em torno de 25% de absenteísmo no sistema de saúde. O número de faltas onera o sistema. Para diminuir a espera, queremos ter a fila organizada por um lado e também novos serviços contratados pela ação Hora Certa”, disse Haddad.

O programa tem como objetivo combater as filas para consultas, exames e cirurgias eletivas. De forma emergencial, convênios são organizados para atenuar as situações mais graves. A primeira ação concentrada irá realizar 90 mil exames de mamografia, ultrassom transvaginal e de mamas, ao longo de três meses. Estes exames de imagem são os três mais demandados na cidade.

Caso o usuário esteja na fila por atendimento, o telefone também é utilizado para informar datas e horários para a marcação de consultas e exames na ação concentrada. Em uma semana, mais de 16 mil mulheres já foram contatadas pela Secretaria Municipal de Saúde e marcaram seus exames.

Os procedimentos das ações concentradas serão realizados na rede já existente, em unidades de saúde municipais ou de parceiros. “Nós temos contratados 27 lugares e aproximadamente 8 organizações que estão dando conta destes exames a mais”, explicou o secretário José Fillipi Júnior (Saúde).Os investimentos no programa Hora Certa são uma parceria com o Ministério da Saúde, com recursos de R$ 120 milhões por ano.

Além das ações concentradas, a Rede Hora Certa instalará novas unidades, que integrarão clínica de especialidades, centro cirúrgico e de exames por imagem.

Foto: Cesar Ogata/SECOM

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais