Feminista Heleieth Saffioti recebe homenagem póstuma

Compartilhar



Instituído no ano passado por iniciativa da vereadora Juliana Cardoso (PT), foi realizada na Câmara Municipal na sexta-feira, dia 22 de março, o lançamento do Prêmio Heleieth Saffioti.  A condecoração anual é destinada a mulheres e entidades que tenham se destacado em ações de combate à discriminação social, sexual ou racial e na defesa dos direitos das mulheres. Na presente edição a homenagem póstuma foi a própria Heleieth Saffioti.
Socióloga e professora universitária, ela faleceu em 2010 aos 76 anos de idade, mas deixou um importante legado de contribuição teórica e militante. A intelectual é considerada pioneira no Brasil no combate à discriminação social e na defesa dos direitos das mulheres. Elaborou diversos estudos sobre as condições de trabalho e outras abordagens teóricas.
Na abertura do evento, foi exibido vídeo com depoimentos de pessoas que conviveram com Heleieth no meio acadêmico e no movimento feminista. Em vídeo gravado, a ministra da Secretaria Especial de Política para as Mulheres, Eleonora Menecucci, também enalteceu a trajetória de Heleieth. “Sua obra e suas ações marcaram a vida de muitas mulheres”, disse a ministra. “Ela estava sempre presente nas lutas das mulheres. Foi incansável e insubstituível”.
Coube ao irmão de Heleieth, Herbert Ivis Bongiovanni, receber a uma placa de homenagem da vereadora Juliana Cardoso. Pouco antes, Herbert entregou um exemplar do livro “O Poder do Macho” aos integrantes da mesa. “A instituição do prêmio é a continuidade  do seu trabalho”, afirmou Herbert. Em sua intervenção, ele revelou passagens da vida da irmã.
A vereadora Juliana Cardoso também não poupou elogios a homenageada. “Apesar de ser jovem e não ter conhecido Heleieth, suas obras e sua combatividade trouxeram avanços e mostra quanto temos que avançar na luta pela igualdade dos direitos”, disse. “A proposta de criação do prêmio foi do movimento feminista”.


HOMENAGENS ANUAIS – Também fizeram uso da palavra Tatau Godinho (representando a ministra Eleonora Manecucci), Ana Paula de Oliveira (Defensora Pública), Denise Motta Dau (secretária Municipal de Política para as Mulheres), Gislaine Caresia (presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-SP), Amélia Teles (Movimento Feminista), Renata Gonçalves (Núcleo de Estudos Heleieth Saffioti) e o deputado Estadual Adriano Diogo.
A partir de 2014, os prêmios serão entregues anualmente, em sessões solenes, realizadas em março, em referência ao Dia  Internacional da Mulher. Para a escolha das homenageadas foi criada uma comissão composta por membros indicados pelas seguintes entidades: Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de São Paulo; Comissão de Saúde, Promoção Social, Trabalho e Mulher; Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher; União de Mulheres de São Paulo; Centro de Informação da Mulher; Marcha Mundial das Mulheres e Articulação Popular e Sindical de Mulheres Negras-APSMN –SP.


Legenda: Herbert (irmão de Heleieth) recebe homenagem da vereadora  Juliana Cardoso
Crédito Foto: Mozart Gomes/CMSP


Assessoria de Imprensa Vereadora Juliana Cardoso

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais