Prefeitura anuncia a contratação de 320 médicos

Compartilhar



Durante visita à região de Pirituba, prefeito também anunciou a ampliação de convênios com entidades para a contratação de mais profissionais da área de saúde até que as carreiras sejam estruturadas

O prefeito Fernando Haddad assinou um decreto que autorizou, em caráter excepcional, a contratação de 320 profissionais para a função de Especialista em Saúde pelo prazo máximo de 12 meses. Os médicos serão distribuídos de acordo com a necessidade dos hospitais da cidade. 

Na manhã desta segunda-feira (1º) Haddad visitou a região de Pirituba e ressaltou a necessidade da ampliação de convênios com as Organizações Sociais (OSs) que prestam serviços às unidades médicas em toda a cidade para a inclusão de mais médicos até que as carreiras sejam estruturadas.

“Nós vamos ter de ampliar os convênios para alcançar os profissionais nesses equipamentos até que as carreiras sejam reestruturadas. Com a carreira de hoje eu não tenho condição de manter o profissional, já que ele faz uma escala e logo acaba encontrando outra atividade mais rentável”, afirmou o prefeito. A medida foi anunciada após visita ao Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, onde constatou a falta de 64 médicos no quadro clínico, segundo a administração hospitalar.

Haddad explicou que o modelo praticado hoje não atrai médicos em função do desequilíbrio salarial. Por esse motivo também seria inviável a abertura de um concurso com os baixos salários oferecidos pela rede pública no regimento atual. “No plano de carreira que queremos encaminhar esse ano à Câmara Municipal nós iremos fazer os estudos de impactos orçamentários”.

O prefeito ainda explicou quais serão os próximos passos: “Para não esperar até o próximo ano, o que nos vamos fazer? Emergencialmente iremos ampliar os convênios e estudar se, juridicamente, é possível manter as unidades administradas pelo município e fazer a contratação com um salário atraente e depois reestruturar e equalizar a situação de emprego dentro do sistema municipal”, explicou.

Foto: Cesar Ogata / SECOM

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais