LOCAL: Prefeito abre diálogo com ambulantes de São Paulo

Compartilhar

 

 

O prefeito recebeu comissão para iniciar trabalhos e criar calendário para a discussão do comércio de rua na cidade

Por Secom-

Acompanhado pelo secretário de Coordenação das Subprefeituras, Chico Macena, o prefeito Fernando Haddad recebeu nesta terça-feira (9), em seu gabinete, representantes do Fórum de Ambulantes, que possui integrantes de diversas regiões da cidade. Haddad defendeu a criação de um grupo de trabalho para discutir alternativas para a questão do comércio de rua.

“Eu convivi a vida inteira com a situação da 25 de março e pude acompanhar que com o tempo a situação ficou insuportável para todos, comerciantes das lojas, da rua e até com pedestres. Nós não podemos voltar para aquela situação em que não havia respeito. Por isso, temos o compromisso de encontrar alternativas para o bem de todos”, afirmou o prefeito.

Os integrantes do Fórum de Ambulantes aproveitaram a oportunidade para expor problemas sofridos pela categoria, como o abuso de policiais e até mesmo a cobrança irregular dos Termos de Permissão de Uso (TPU). Chico Macena afirmou que pediu a todos os subprefeitos um levantamento dos termos existentes para identificar irregularidades comuns, como cadastros duplicados e expedidos em nome de pessoas já falecidas.

“Nós iremos agora entrar em contato com diferentes associações de ambulantes para identificar os principais interlocutores, a fim de criar uma negociação com o consentimento de todos, com a participação do Ministério Público, da Associação Comercial e da Câmara Municipal e acharmos um acordo para o bem de todos”, destacou Macena.

Haddad também lembrou que durante sua campanha defendeu a existência de diálogos para uma solução a essa difícil questão. “No momento nós não temos outra opção a não ser cumprir o que está na lei. Por isso nós iremos manter como está até encontrarmos uma saída para resolver a solução”, afirmou Haddad, que também ressaltou que em nenhum momento será admitido o que está fora da lei, como a comercialização de produtos irregulares.
Liga das Escolas de Samba O prefeito Fernando Haddad também se reuniu nesta tarde com o presidente da Liga das Escolas de Samba do Estado de São Paulo, Paulo Sérgio Ferreira e outros representantes. Na ocasião, o prefeito pediu a criação de uma legislação específica para o Carnaval na cidade.

“O Carnaval deve ter procedimentos legais de maneira geral, abrangendo as escolas e blocos de rua. Por isso é necessário a criação de uma legislação para acabar com a marginalidade existente”, afirmou o prefeito, que continuou: “Nós precisamos conhecer todas as necessidades das escolas e criar uma regulamentação inteira em cima do que já existe, e assim enviarmos para aprovação dos vereadores na Câmara Municipal”.

Durante a reunião foram abordados os principais temas que prejudicam as escolas, entre eles a demora para o recebimento da verba que auxilia as agremiações. Haddad se comprometeu a disponibilizar o auxílio até o final de agosto. Este também foi o prazo determinado para que a Liga encaminhe ao prefeito projetos de lei que poderiam contribuir com o Carnaval na cidade.

“Eu sou secretário da gestão Haddad e por esse motivo irei trabalhar para que as necessidades sejam resolvidas até o final dessa gestão”, afirmou o secretário municipal de Esportes, Celso Jatene.

Haddad também falou sobre a regulamentação das quadras das escolas de samba: “Se regularizarmos os locais, nós teremos a possibilidade de cobrar melhores condições quanto à segurança, higiene, ações sociais e planos de trabalhos”.

Estiveram presentes os presidentes das escolas de samba Pérola Negra, Leandro de Itaquera, Nenê de Vila Matilde, X-9 Paulistana, Mancha Verde, Rosas de Ouro, Mocidade Alegre, Dragões da Real e Unidos da Vila Maria.

FOTOS Os arquivos ficarão disponíveis para download durante 1 mês. O crédito da foto deve ser Heloisa Ballarini / SECOM

Foto 1 – Haddad recebeu representantes do Fórum de Ambulantes

Foto 2 – Prefeito ressaltou importância de diálogos para solução do comércio de rua irregular

FOTOS Os arquivos ficarão disponíveis para download durante 1 mês. O crédito da foto deve ser Fernando Pereira / SECOM.

Foto 1 – Prefeito pediu a criação de uma legislação específica para o Carnaval na cidade

Foto 2 – Durante a reunião foram abordados os principais temas que prejudicam as escolas de samba

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais