Após 100 dias, aprovação de Haddad é maior que as de Serra e Kassab

Compartilhar



Uma pesquisa do Datafolha publicada nesta quarta-feira 10 mostrou que a aprovação do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), após os primeiros 100 dias de governo, é maior que as de seus dois antecessores, José Serra (PSDB) e Gilberto Kassab (DEM). Segundo o instituto, 31% dos moradores da capital paulista consideram a gestão ótima ou boa. Kassab tinha 16% de aprovação após 100 dias de seu primeiro mandato, enquanto o tucano tinha 20%.

O desempenho de Haddad foi considerado regular por 42% dos entrevistados, enquanto 14% avaliam sua gestão como ruim ou péssima. Segundo a Folha de S.Paulo, que publicou a pesquisa, a aprovação de Haddad é maior entre os segmentos menos escolarizados (38% de ótimo ou bom) e os mais pobres, com renda até dois salários mínimos (36%). Entre os moradores de São Paulo com ensino superior, a aprovação do prefeito petista é de 23%.

De acordo com o diretor do Datafolha, Mauro Paulino, Haddad pode estar se beneficiando agora da alta impopularidade de Gilberto Kassab. Segundo o pesquisador, sucessores de administradores sem popularidade costumam desfrutar de uma avaliação mais benevolente dos eleitores. O mesmo teria ocorrido em São Paulo com a hoje ministra da Cultura Marta Suplicy (PT). Substituta de Celso Pitta, campeão de impopularidade em São Paulo, ela teve 34% de avaliação positiva após os primeiros 100 dias de seu mandato, em 2001.

Ainda segundo o Datafolha, parte da explicação pela popularidade do novo prefeito seria o desejo de mudança da população. Cerca de 90% dos eleitores querem ações diferentes das de Kassab. Haddad venceu as eleições em 2012 com uma campanha pautada pela necessidade de mudança em São Paulo. Ele foi ao segundo turno contra José Serra e obteve 55,57% dos votos.

 

Por Carta Capital

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais