Prefeito visita arena Corinthians e garante liberação de verba até o meio do ano

Compartilhar



Haddad visitou as obras da Arena Corinthians nesta quinta-feira e garantiu que nova parcela em Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs) deve ser liberada neste semestre para a construção do estádio

O prefeito Fernando Haddad visitou na manhã desta quinta-feira (11) as obras da Arena Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste da cidade. O estádio receberá seis jogos da Copa do Mundo de 2014, incluindo a abertura e uma das semifinais. Acompanhado do governador Geraldo Alckmin e do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, Haddad afirmou que uma nova parcela do financiamento para a construção do estádio deverá ser liberada ainda no primeiro semestre.

“Teremos uma nova emissão até o meio do ano. Estamos em cima do cronograma para a obra e para o entorno”, disse Haddad. Na última sexta-feira (5), após reunião da vice-prefeita e coordenadora da SPCopa, Nádia Campeão, com o Comitê de Construção do Estádio, a Prefeitura já havia autorizado a liberação de R$ 156 milhões em Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs) para as obras da arena.

Durante a visita, Fernando Haddad assistiu a uma apresentação técnica sobre o equipamento e, em seguida, visitou as arquibancadas da arena, que terão capacidade para 68 mil pessoas durante o Mundial da Fifa. Após o torneio, a capacidade será reduzida para 48 mil lugares, segundo o projeto inicial do Corinthians.

O prefeito se mostrou tranquilo em relação aos prazos para a construção do estádio - deverá ser concluído em dezembro deste ano. “Não vejo nenhuma dificuldade. Estamos acelerando o passo e temos até uma certa folga”. Atualmente, de acordo com o clube paulista, a arena está com cerca de 70% das obras concluídas e conta com 1.460 trabalhadores no local.

No total, a Odebrecht – construtora responsável pelas obras - receberá R$ 420 milhões em CIDs e R$ 400 milhões repassados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “O empréstimo do BNDES caminha para um desfecho favorável. Os detalhes para a liberação dos recursos estão na fase final”, afirmou o ministro Aldo Rebelo.

Entorno
Além dos R$ 420 milhões em CIDs, o prefeito afirmou que os investimentos da Prefeitura na obra e na região ultrapassam os R$ 500 milhões. “Só o terreno foram mais de R$ 100 milhões, mais as desapropriações para viabilizar o acesso adequado ao estádio. São Paulo está sintonizada com a Copa do Mundo”, citou Haddad.

Antes de iniciar a visita à Arena Corinthians, Fernando Haddad acompanhou o governador Geraldo Alckmin no início das obras das alças viárias que farão a ligação entre as avenidas José Pinheiros Borges (Nova Radial) e Jacu Pêssego, em Itaquera.

No local, o prefeito atendeu representantes da Associação dos Comerciantes, Empresários e Moradores de Itaquera (Acemi), que reivindicavam sobre a situação de comerciantes da região - são locatários de imóveis que devem ser desapropriados para obras no bairro. “Senhores governador e prefeito, como fica nossa indenização? Comerciantes locatários – 200 famílias”, dizia a faixa da associação.

O prefeito se comprometeu a analisar a situação dos comerciantes de Itaquera. “Vou conversar com a nossa equipe jurídica e pedir para entrarem em contato com a associação”, garantiu Haddad.

 

Foto: Fábio Arantes/SECOM

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais