LOCAL: 2 mil pessoas participam das primeiras audiências do Programa de Metas

Compartilhar

 

Primeira parte das audiências públicas foi realizada em 14 subprefeituras de São Paulo. Programa de Metas 2013-2016 norteará o crescimento da cidade nos próximos quatro anos

Cerca de duas mil pessoas participaram da primeira rodada de audiências públicas sobre o Programa de Metas 2013-2016, realizada no último sábado (13) em 14 subprefeituras de São Paulo. Os encontros reuniram representantes da sociedade civil e moradores, que tiveram a oportunidade de conhecer as metas propostas para cada região.
Os participantes também receberam um material impresso sobre o plano global das metas que inclui, entre outras ações, a construção de três hospitais, 243 creches, 20 CEUs, 150 km de corredores de ônibus, investimento em meio ambiente e aumento da nota das escolas municipais no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

As primeiras audiências públicas foram realizadas nas subprefeituras de Aricanduva, Ermelino Matarazzo, Mooca, Penha, Jaçanã, Santana, Vila Maria, Sé, Cidade Tiradentes, Guaianases, Itaquera, Itaim Paulista e Vila Prudente. A reunião em São Matheus, que ocorreria no último sábado, foi adiada para o próximo dia 13, data em que serão realizados os encontros na Casa Verde/Cachoeirinha, Freguesia/Brasilândia, Pirituba, Perus, Vila Mariana, Butantã , Lapa, Pinheiros, Ipiranga, Jabaquara, Cidade Ademar, Capela do Socorro, Campo Limpo, M'Boi Mirim, Parelheiros e Santo Amaro.
Além das reuniões nas subprefeituras, também serão realizadas audiências temáticas, que aprofundarão o debate sobre os três eixos do programa: compromissos com os direitos sociais e civis (18/04), desenvolvimento econômico sustentável com redução das desigualdades (22/04), e gestão descentralizada, participativa e transparente (25/04).

Os encontros ocorrerão no Sindicato dos Engenheiros, sempre das 18h30 às 21h. A Câmara Municipal receberá também uma audiência no dia 30 de abril, das 10h às 12h. Estão programadas ainda audiências devolutivas, para a prestação de contas à sociedade.
Compromisso Segundo a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leda Paulani, que participou das audiências nas Subprefeituras de Ermelino Matarazzo e de Vila Maria/Guilherme, “o Programa de Governo se transforma em compromisso que o Executivo passa a ter com a população”. “Mesmo que a lei não exigisse as audiências públicas, elas seriam feitas em respeito ao cidadão, que precisa ser ouvido”, disse a secretária.
Para o prefeito Fernando Haddad, o processo participativo aprimorará o planejamento proposto pelo programa. “Há um sentimento participativo na cidade que nós temos que acolher, porque tudo que não queremos é uma sociedade apática. Quando a sociedade quer participar nós temos de abrir os canais para que isso aconteça nas subprefeituras. Nós entendemos que a divergência é uma força para levar ao entendimento”, afirmou Haddad.
Metas O programa conta com 100 metas, com os principais compromissos da gestão atual com a construção e melhoria de equipamentos e serviços públicos. O Município estima investir entre R$ 22 bilhões e R$ 23 bilhões na execução do plano. A versão final do documento será divulgada após essas consultas públicas e passará periodicamente por um processo de adaptação participativa.

A Prefeitura disponibilizará pela Internet informações detalhadas sobre o andamento de cada uma das 100 metas, por meio do Simesp, sistema de gestão informatizado que irá controlar o fluxo de implementação de projetos da administração municipal. A tecnologia possibilitará transparência na execução dos objetivos propostos.
Acompanhe a agenda das audiências públicas
Veja o Programa de Metas 2013-2016 completo

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais