LOCAL: Rua Helvétia terá centro para dependentes químicos, diz Haddad

Compartilhar

 

Caps Álcool e Drogas vai funcionar 24 horas no Centro da capital. Para prefeito, medida visa combater dependência de crack na região. 

 

Tatiana SantiagoDo G1 São Paulo

 
 
 
 
 
Prefeito Fernando Haddad e secretário da Saúde José Filippi Jr (Foto: Tatiana Santiago/G1)
(Foto: Tatiana Santiago/G1)

A Rua Helvétia, em Santa Cecília, no Centro de São Paulo, conhecida pela grande concentração de usuários de crack, deve ganhar uma unidade do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD) 24 Horas. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (29) pelo prefeito Fernando Haddad (PT) durante anúncio do programa Sampa, que irá capacitar 11 mil funcionários na área de saúde pública mental.

A nova unidade de saúde faz parte do programa de enfrentamento ao crack que prevê uma parceria com o governo estadual para o tratamento dos dependentes químicos, lançado na última sexta-feira (26). Serão criados cinco novos Caps AD 24 Horas até o fim deste ano na cidade. Atualmente, existem outros 25 Caps AD, sendo que cinco funcionam o dia todo.

Haddad encaminhou um pedido de estudo da área ao secretário da Saúde, José de Filippi Jr, nesta segunda-feira. Segundo o prefeito, a via que é uma das mais caóticas da Cracolândia, deve ter uma presença maior do estado. “Aumentar a nossa presença física aonde essa população se concentra é essencial”, afirmou.

“Acho importante que a presença física [do estado] seja mais efetiva, que a gente esteja disputando aquele espaço e ampliando o espaço da cidadania, demonstrando ao dependente químico que ali ao lado, a poucos passos, ele tem uma chance de se recuperar”, ressaltou Haddad.

O espaço físico que abrigará o novo Caps é da administração municipal, da Secretaria da Assistência Social . “Está sendo transferido um equipamento da área da assistência social para a área da saúde, que fica exatamente no centro do problema, do ponto de vista geográfico [Cracolândia]”, disse Haddad

Para o secretário de Saúde, a Rua Helvétia é um espaço que agride os paulistanos. “Quem passa por ali vê um estátua de Duque de Caxias e as pessoas lançadas nas calçadas, parece que é a mesma coisa, imutável”, disse.

De acordo com Filippi Jr, a abordagem com caráter judicial provocou uma dificuldade no contato com os usuários.

Interlagos De acordo com Haddad, a cidade de São Paulo continuará a ter a presença da Fórmula 1 até 2020, pelo menos, data que o contrato foi prorrogado.

“Já terminamos as negociações, não há mais o que discutir, agora são os termos jurídicos do contrato. A previsão é que assinatura do contrato possa ser feito nas próximas semanas.

O prefeito afirmou que os boxes do autódromo serão reformados, que é uma exigência da FIA, que já deveria ter sido cumprida. Ele afirma que esse atraso gerou um certo ‘desconforto’ nas negociações. “É um compromisso antigo do município de São Paulo, que já deveria até ter sido atendido, o que gerou toda essa necessidade de negociação, ia ser uma renovação automática e não foi porque os boxes estavam previstos para 2012 e sequer estão no Orçamento de 2013.”

Um dos pontos discutidos durante as negociações era o tempo de prorrogação do contrato para justificar os investimentos na reforma, que devem girar em torno de R$ 120 milhões.

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais