Antonio Donato recebe apoio de militantes, parlamentares e amigos

Compartilhar



Prefeito Fernando Haddad também compareceu ao ato para defender Donato

Organizado pelo Diretório Municipal do PT de São Paulo, o ato em defesa ao ex-secretário de governo, vereador Antonio Donato, no Sindicato dos Engenheiros, reuniu militantes, lideranças do PT, deputados, secretários municipais, amigos, além de parlamentares de partidos aliados. Entre eles, o presidente nacional do partido, deputado Rui Falcão, presidente do diretório estadual, Edinho Silva, presidenta do diretório municipal, vereadora, Juliano Cardoso, os presidentes eleitos no Ped 2013 do diretório estadual, Emídio de Souza, e do diretório municipal, Paulo Fiorilo.

No início do evento, a plateia recebeu o ex-secretário com gritos de “Donato, guerreiro do povo brasileiro”. O ato em defesa de Donato acontece após afastamento da Secretaria para conduzir sua defesa, após o desmonte pela Controladoria Geral do Município (CGM) da Máfia do ISS, que desviou mais de R$ 500 mi em valores estimados pelo órgão.

Juliana Cardoso abriu a cerimônia destacando a importância desse evento. “Hoje é um dia bastante simbólico de apoio ao companheiro Donato que é um símbolo do nosso partido. O PT e o nosso companheiro vem sofrendo ataques constantes da imprensa após denunciar o esquema de propina existente na prefeitura durante a gestão do PSDB e estamos aqui para mostrar que estamos unidos e vamos reagir. Estamos juntos com você”, declarou a vereadora.

O secretário de subprefeituras, Chico Macena, foi o primeiro a falar. Macena elogiou o caráter e o trabalho sério realizado por Donato durante os dois mandatos como vereador nos em que desmontou a política dos governos Serra e Kassab denunciando todos os desmandos daquela gestão, ao mesmo tempo em que construiu politicas públicas que favoreceram a qualidade de vida e inclusão social na cidade de São Paulo. Macena também lembrou a época em que Donato coordenou a campanha de Fernando Haddad para prefeito.

“Ele abandonou sua própria campanha em defesa de um projeto coletivo de mudança de rumo para a nossa cidade. Comprovei de perto a maturidade e a competência com que ele dirigiu e conduziu essa campanha. Sou testemunha da sua capacidade de gestão de políticas públicas. Por isso digo, ele é fundamental para o nosso governo e não vamos permitir que manchem a sua imagem e nem que atinjam o governo de Fernando Haddad”, afirmou o secretário.

O presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador José Américo criticou a conduta tanto da imprensa como do Ministério Público. “Vivemos num país em que o Ministério Público tem viés político”, disse José Américo.

Rui Falcão, presidente nacional do PT afirmou que foi contra a saída de Donato do governo municipal por ser peça fundamental para conduzir e ajudar a implantar o programa de governo em São Paulo. “Acertaram o coração do nosso governo. São Paulo e Haddad devem muito a Donato”, afirmou Falcão.

 

Durante o pronunciamento de Antonio Donato, o prefeito Fernando Haddad chegou ao evento. Foi recebido com muito aplauso pelos presentes. Haddad destacou em seu discurso a importância que Donato teve em sua campanha eleitoral e também como secretário de governo.

“Donato foi à pessoa que mais se empenhou nesse governo e que deu impulso as investigações para que viessem a público. O projeto de governo que você ajudou a criar vai vingar na cidade de São Paulo. Não tenha dúvida disso. Força companheiro. Estamos juntos e o nosso governo precisa de você”, disse o prefeito.

“Estamos vivendo um momento de inversão de valores. Não é possível que uma acusação por mais leviana que seja e sem provas atinja uma pessoa da capacidade de formulação, organização e de estruturação política que é o caso do companheiro Donato. Não vamos permitir que isso continue acontecendo”, declarou o deputado Edinho Silva.

 

Veja mais fotos do no facebook, clique aqui.

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais