No dia em que completa 460 anos, São Paulo ganha de presente o primeiro Conselho Participativo do Município

Compartilhar

Prefeito Fernando Haddad dá posse para 1113 Conselheiros

Por DMPTSP

Em cerimônia realizada na manhã de sábado (25) no Auditório Celso Furtado, no Palácio de Convenções do Anhembi, 1.113 representantes da sociedade civil tomaram posse como membros do Conselho Participativo Municipal. Os conselheiros foram eleitos em dezembro de 2013.

Subiram ao palco para receber o diploma das mãos do prefeito Fernando Haddad,, os conselheiros e conselheiras mais votados, Ednalva Moraes e Elzo Gama; os mais jovens, Luna Zarattini Brandão e Gabriel Pereira; e os com maior idade, Juscelina dos Santos e Oswaldo Daud, representando todos os 1113 conselheiros.

O prefeito Fernando Haddad, que assinou o termo de posse durante a cerimônia, ressaltou a importância da formação do colegiado independente e de mais uma forma de participação da população na gestão da cidade. As eleições para o Conselho aconteceram no dia 8 de dezembro, reuniram quase 3 mil candidatos e mais de 120 mil cidadãos puderam votar em até cinco representantes de seu bairro.

“A cidade de São Paulo é grande demais. São 11 milhões de habitantes. A posse dos 1.113 conselheiros é a grande conquista do aniversário da cidade e apesar da responsabilidade, estamos somente começando. Existe ainda muito trabalho pela frente”, afirma o prefeito..

Além dos empossados neste sábado, no dia 30 de março, novas eleições serão feitas para eleger 22 conselheiros extraordinários que serão representantes de imigrantes da cidade. As inscrições irão entre 27 de janeiro a 27 de fevereiro nas 21 subprefeituras que terão eleições para os estrangeiros. Essas subprefeituras são aquelas que o Censo 2010 apontou ter pelo menos 0,5% de imigrantes.

Função dos Conselheiros

Os conselheiros empossados terão autonomia para acessar informações públicas, sugerir medidas e contestar atos do poder público nas regiões para as quais foram escolhidos pela população local. O Conselho tem entre 19 a 51 membros por bairro, de acordo com o tamanho da população, sendo em média, um representante para cada 10 mil habitantes nas 32 subprefeituras.

Medalha 25 de Janeiro

No mesmo dia aconteceu a entrega da Medalha 25 de Janeiro, uma homenagem e reconhecimento pelos relevantes atuações científicas e culturais prestadas à cidade.

O prefeito Fernando Haddad homenageou o compositor e zoólogo Paulo Vanzolini (falecido em abril de 2013) e a artista plástica Tomie Ohtake com a medalha “25 de Janeiro”.

“No ano passado eu tive a tarefa, junto aos meus companheiros do colegiado, de decidir quem São Paulo ia agraciar com a medalha 25 de Janeiro e nós tomamos uma decisão que vai ao encontro dos espírito da cidade. Até aquele momento, só políticos tinham sido agraciados. Nós sabemos que a política é uma das atividades das mais nobres, tanto como as artes e a ciência”, afirmou Haddad.

Compareceram à cerimônia políticos, autoridades e convidados.

 

Veja aqui mais fotos do evento

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais