Copa do Mundo SP: Ruas da Vila Madalena reúnem quase 50 mil pessoas para jogo entre Brasil e Chile

Compartilhar

Equipes apreenderam quatro veículos com som alto, um caminhão de bebidas e 2,5 mil itens de comércio ilegal. Uma residência que realizava um evento irregular foi fechada. Mais 58 de toneladas de lixo foram recolhidas e mais de 900 agentes público atuaram no local

Ponto alternativo de encontro de torcedores na Copa do Mundo de 2014, as ruas de bares da Vila Madalena (Zona Oeste), reuniram durante da tarde de sábado (28) até a madrugada deste domingo (29) quase 50 mil pessoas. Com apoio de trânsito, segurança, limpeza e reforço da fiscalização da Prefeitura de São Paulo, a festa começou pouco antes da partida entre Brasil e Chile pelas oitavas de final e prosseguiu mesmo após a vitória brasileira nos pênaltis. Mais de 900 agentes públicos atuaram em locais como as ruas Wisard, Girassol, Aspicuelta, Fradique Coutinho e Mourato Coelho desde às 8 horas do sábado (28).


Para coibir o comércio ambulante ilegal, a Secretaria da Coordenação das Subprefeituras, a maioria da regional de Pinheiros, disponibilizou 70 profissionais. Para evitar acúmulo de lixo nas ruas durante o dia, 250 agentes de limpeza trabalharam entre às 1h30 às 6 horas deste domingo (29). A São Paulo Turismo (SPTuris), além de disponibilizar 160 banheiros químicos, instalou quatro ambulâncias na região, com 40 vigilantes e oito socorristas. Para realizar dez bloqueios de vias, impedindo o estacionamento de veículos nas ruas de concentração e garantindo o acesso dos moradores, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) levou 80 agentes para a região. Na parte de segurança, para coibir crimes e dar apoio as apreensões, a Guarda Civil Metropolitana (GCM) escalou 129 profissionais e 17 viaturas, que atuaram das 6 horas do sábado (28) até às 4 horas deste domingo (29). Outros 380 policiais militares também atuaram na Vila Madalena em oito controles de acessos aos pontos de encontro de torcedores. As equipes do Programa de Silêncio Urbano (PSIU) também trabalharam na região.


A operação deste sábado (28) será avaliada pela SPCopa, mas deverá ser repetida para a próxima terça-feira (1º) quando a Arena Corinthians receberá às 13h, a partida entre Argentina e Suíça, também pelas oitavas de final da Copa do Mundo. “Nossa avaliação é de que toda a operação na Vila Madalena foi de sucesso e avançou muito em relação a outros jogos que tivemos lá. É claro que assim como acontece em todas as ações desse tipo, será preciso alguns ajustes. Vamos aperfeiçoar o posicionamento do efetivo e assim como esse jogo foi melhor do que o outro, esperamos que o próximo seja melhor”, afirmou o secretário municipal de Segurança Urbana, Roberto Porto.


Comércio irregular
Durante toda a operação, as equipes de fiscalização da Subprefeitura de Pinheiros, com o apoio da GCM, apreenderam 50 sacos lacrados ou mais de 2,5 mil itens, na maioria bebidas, oriundos do comércio ambulante ilegal. Um caminhão de bebidas, com cervejas, destilados e energéticos, que fazia comércio irregular, também foi apreendido na região.
Som alto
Por conta do som alto, o PSIU autuou quatro veículos e além disso, uma residência na rua Fidalga, que operava como um estabelecimento comercial que recebia um evento com som alto também foi fechada. Os responsáveis têm prazo de cinco dias para ir no Psiu apresentar documentação e se não apresentar, a Subprefeitura será acionada a multar o local. De acordo com a GCM, seis veículos foram apreendidos.


Limpeza urbana
Além da instalação de 160 banheiros químicos, de acordo com a Coordenação das Subprefeituras, os 250 agentes que atuaram na limpeza das ruas da região durante a madrugada recolheram 58 toneladas de lixo das ruas da Vila Madalena.

Saúde
De acordo com a SPTuris, as quatro ambulâncias instaladas na região não realizaram atendimentos graves ou remoções de torcedores na Vila Madalena.
A Secretaria Municipal da Saúde informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) realizou sete atendimentos no quadrilátero de ruas com aglomeração de torcedores. Foram atendidos três casos no próprio local, dois casos de inconsciência levaram a remoção, e outros dois casos foram de agressão.


Trânsito
Para garantir a fluidez do trânsito, sem prejudicar a festa de torcedores e minimizando o impacto da Copa do Mundo aos moradores, a CET realizou neste sábado (28) dez bloqueios de vias e cruzamentos. O estacionamento de veículos foi proibido em quatro vias. Moradores da região tiveram o acesso as suas residências garantido pelos 80 agentes de trânsito que atuaram no local.

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais