SP tem a chance de escolher quem sente as dores da periferia, diz Padilha

Compartilhar

Candidato visitou bairro na Zona Sul onde sua mãe atuava como médica e defendeu a regularização fundiária

 

O candidato ao governo do Estado de São Paulo pela aliança Para Mudar de Verdade (PT/PCdoB e PR), Alexandre Padilha, lembrou da sua infância ao visitar o Parque Arariba, na região de Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, na manhã de domingo(27).

“Pela primeira vez, São Paulo tem a chance de colocar no Palácio dos Bandeirantes (sede do governo paulista), um governador que sente as dores da periferia do nosso Estado de São Paulo”, disse ele. “Quando eu era pequeno, eu subia outro morro aqui perto, no Parque Regina, junto com minha mãe, que é médica e atendia os moradores da região na igreja, porque não tinha nem posto de saúde. Minha mãe não podia usar roupa branca, porque não tinha asfalto e a roupa ficava toda suja de barro”, relembra Padilha.

Pelas origens que possui, Padilha firmou compromisso com a população que vive nas periferias do Estado de São Paulo: “Um dos nossos desafios é garantir a regularização fundiária de quem mora aqui, com a ajuda do prefeito Fernando Haddad. E eu, como governador, vou trazer o programa Minha Casa Minha Vida para o Estado de São Paulo para garantir moradia para a população”.

A mãe de Padilha, Macilea Chaves, ou Dra. Lea, como é conhecida, ficou emocionada ao ver o filho subir o Morro da Lua como candidato ao governo do Estado. “Na eleição passada, de 2010, eu falava que tinha um sonho: ver um candidato ao governo do Estado subir o Morro da Lua. Eu acho que, até de forma inconsciente, ele fez a minha vontade. A gente quer que ele realmente ganhe as eleições para transformar a vida dessas pessoas que vivem aqui”, disse.

Da Redação da Agência PT de Notícias

Foto: Georgia Branco

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais