Bicicletário municipal é aberto ao público com atividades gratuitas no Largo da Batata

Compartilhar

O Largo da Batata, em Pinheiros, na zona oeste da cidade, recebeu neste sábado (2) o bicicletário público municipal. O equipamento fica ao lado da estação Faria Lima da Linha-4 Amarela do Metrô e tem capacidade para guardar 100 bicicletas dos próprios usuários, e não as compartilhadas, além de outras duas vagas para pessoas com deficiência.


Durante a cerimônia de entrega do bicicletário, o prefeito Fernando Haddad lembrou que o equipamento é um projeto de ocupação do espaço público que estimula o transporte intermodal (bicicleta e transporte público coletivo) e integra um sistema cicloviário de aproximadamente 37 quilômetros, no eixo oeste-sul da cidade.


“São 102 bicicletas que vão poder ficar estacionadas aqui [no bicicletário] para que as pessoas possam entrar no Metrô. Então toda a região acaba sendo beneficiada, e você pode poupar um deslocamento. Tanto o que pegava o ônibus pode vir pra cá de bicicleta quanto aquele que vinha a pé pode querer se divertir mais com a bicicleta”, afirmou Haddad.


O prefeito lembrou que o bicicletário faz parte de um programa da Prefeitura para ampliar a malha cicloviária da cidade. O objetivo é construir 450 quilômetros de vias exclusivas para bicicletas até o fim de 2015, conectando parques e praças, principalmente aquelas que tem sinal wi-fi livre para internet, com iluminação própria.


Como usar o bicicletário

Para usar o bicicletário do Largo da Batata é preciso fazer um  cadastro pessoal e da bicicleta no próprio local. O uso é totalmente gratuito e o funcionamento é 24 horas por dia. O equipamento também oferece algumas ferramentas básicas para ajustar a bicicleta e encher o pneu. Uma floricultura vai funcionar ao lado do bicicletário.


A construção do equipamento atende a uma antiga demanda da sociedade e se configura como uma das primeiras ações de ocupação do Largo da Batata, resultado de um dialogo aberto com moradores, trabalhadores, usuários e ativistas da região.


O projeto foi elaborado e construído pela Prefeitura, com participação ativa de cicloativistas. A gestão do bicicletário será do Banco Itaú, que através do termo de cooperação firmado com o município vai fazer a manutenção e conservação do espaço durante 36 meses, inicialmente.


Festival Bike na Batata

Para comemorar a inauguração do bicicletário público municipal, está sendo realizado neste fim de semana o Festival Bike na Batata, que terá música, exibição de filmes, artes, oficinas e diversas atividades ligadas ao mundo da bike (veja a programação abaixo). O evento acontece em uma parceria entre a Prefeitura, o Aromeiazero e o Banco Itaú. Toda programação é gratuita e aberta ao público.

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais