Racionamento sai do armário em SP

Compartilhar

Após um longo período tentando evitar o uso da palavra "racionamento" a Sabesp resolveu assumir parte da crise e provocou o corte no fornecimento para mais de 300 mil paulistas. Os primeiros bairros a entrarem no esquema de rodízio foram a Chácara Everest, Chácara Margarida e Recanto das Rosas, em Osasco e parte de Itapevi. Todos estes lugares dependem do sistema Alto Cotia, que contava até ontem com apenas 28% de sua capacidade.

A seca nas torneiras teve início às 15h desta terça-feira, 5, e dura até as 23h de amanhã, 6. Serão mais de 32 horas sem qualquer abastecimento e com uma única desculpa: a falta de chuva. Falta de planejamento e protelação de antigos problemas ainda parecem coisas difíceis de serem assumidas pelos responsáveis da crise hídrica.

Filme repetido

Em muitos outros bairros e municípios do estado, a falha constante no forneccimento de água já é uma realidade antiga. Como mostramos na reportagem “Às 19 horas não temos água nas torneiras”, a periferia da zona leste é uma das principais afetadas e sofre diariamente com cortes entre 19h e 6h, atingindo uma das áreas mais populosas da cidade de São Paulo. Guarulhos consta com um dos mais críticos, e tem o registro de bairros que só recebem água através de caminhões pipa.

 

Fonte: Equipe Padilha

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais