São Paulo terá 400 quilômetros de ciclovias até o final de 2015

Compartilhar

A Prefeitura de São Paulo vai implementar 400 quilômetros de ciclovias até o final de 2015. Esta é a Meta 97, do Programa de Metas, que será realizada a partir do projeto SP 400km. Este ano, a capital já ganhou 11,6 quilômetros; a meta é fechar 2014 com 200 quilômetros implementados.


Atualmente, a cidade conta com 82,41 quilômetros de vias segregadas exclusivamente para o deslocamento de ciclistas. Nesta semana, a região do Tatuapé, Zona Leste, recebeu o primeiro trecho de ciclovia.  Em julho deste ano, a cidade ganhou mais 10 quilômetros na avenida Cruzeiro do Sul e no centro da cidade. Mais uma medida da gestão de incentivo à bicicleta como transporte prioritário foi a inauguração do bicicletário público no Largo da Batata, no último dia 2.


Para estimular o uso da bicicleta como meio de transporte na cidade, o projeto SP 400km realizará as intervenções com um custo reduzido, articulado com o transporte público e também visando reduzir acidentes em vias de circulação de ciclistas.


Acompanhamento

O projeto de construção dos 400 quilômetros de ciclovias está articulado com a estrutura de transporte público da cidade. A extensão pretendida se somará aos 150 quilômetros de ciclovias previstas para serem implantadas junto aos futuros corredores de ônibus.


Os novos percursos deverão ser espalhados pela capital conectados com outros modais de transporte, como terminais de ônibus, equipamentos públicos, escolas, praças, parques e locais de trabalho. Nos projetos concebidos pela área de planejamento cicloviário da CET, o custo por quilômetro está estimado em R$ 200 mil. No total, o investimento será por volta de R$ 80 milhões.


Acompanhe o projeto SP 400km:

Cronograma de ação e investimento

Portal da CET – SP 400km

Meta 97 – Programa de Metas

Mapa da Rede Proposta até 2015

Mapa da rede cicloviária completa (antes das implementações)

Programação de ciclovias para agosto

Ciclovias em construção

Hoje, temos 30,9 quilômetros de ciclovias em construção nas avenidas Cruzeiro do Sul, Eliseu de Almeida, no bairro Jardim Helena (Zona Leste) e em Parelheiros (Zona Sul).

 

Antes dos novos trajetos que vêm sendo inaugurados desde junho, São Paulo possuía 63 quilômetros de ciclovias. Dentro do projeto SP 400km, já foram inaugurados seis trechos.

Agora, a capital conta com 82,41 quilômetros de malha cicloviária, sendo:

             Ciclovias – 74,61 km (dos quais 11,6 km foram implantados nessa gestão/ em 2014)
             Ciclofaixa Definitiva – 3,3 km
             Calçada compartilhada Centro – 4,5 km
      

Além disso, a cidade dispõe ainda:

             Ciclofaixa de Lazer – 120,8 km
             Ciclorrotas – 67,50 km

 

Abaixo a relação das ciclovias já implantadas na atual gestão:

             1ª. Ativação: Largo do Paiçandu até a Sala São Paulo (Centro Cultural Júlio Prestes), com 1,4 km abertos em 07/06

             2ª. Ativação: Av. Eliseu de Almeida, entre as ruas Santa Albina e Camargo, com 2,1 km entregues em 14/06

             3ª. Ativação: Av. Escola Politécnica, entre a Praça César Washington de Proença e a Av. Prof. Luciano Mello Moraes (Portaria 2 da USP), com 1,7 km inaugurados em 20/06

             4ª. Ativação: Partindo da Rua Mauá com Rua do Triunfo, pelas avenidas Duque de Caxias e São João até o Largo do Arouche, de onde bifurca para a Praça da República e o Terminal Amaral Gurgel, com 2 km de extensão total abertos em 1º/07

             5ª. Ativação: Partindo da Sala São Paulo (Estação CPTM Júlio Prestes), pela Al. Cleveland, Al. Nothman e Rua Guaianases, proporcionando integração com o Terminal Princesa Isabel, num percurso com 2,6 km inaugurados em 18/07

             6ª. Ativação: Av. Cruzeiro do Sul, entre a Rua Cel. Antônio de Carvalho e a Av. Gen. Ataliba Leonel. A ciclovia é bidirecional e está sinalizada sobre o canteiro central, o traçado proporciona conexão com o Parque da Juventude, a Escola Técnica Estadual (Etec) Parque da Juventude e a Biblioteca de São Paulo, com 700m de extensão inaugurados em 19/07

             7ª. Ativação: Avenida Abel Ferreira, entre as avenidas  Salim Farah Maluf e Regente Feijó. O percurso proporcionará, neste momento, conexão com a Universidade Cruzeiro do Sul e, posteriormente, se integrará até o Shopping Anália Franco e o Parque Esportivo do Trabalhador, 1,1 km de extensão deflagrados em 04/08
     

Total até 04/08/14: 11,6km

Diretrizes para ciclovias “padrão CET”

Para planejar a futura rede de 400 quilômetros de ciclovias, as diretrizes a nortear os técnicos da CET foram revistas e, em suma, determinam que as futuras ciclovias devam ter o seguinte padrão:


• Ligações perimetrais e radiais: constituição de rede estrutural cicloviária
• Conectividade dos trajetos
• Linearidade: menor distância possível na viagem
• Funcionalidade: importância das ligações que proporciona (escolas, praças, etc.)
• Integração modal com transporte de média e alta capacidade
• Uso da estrutura como meio de transporte
• Preferência por ruas secundárias
• Não se eliminar a faixa de rolamento
• Implantar preferencialmente no lado esquerdo
• Ser preferencialmente bidirecional


Como a ciclovia será sinalizada na via pública (ou seja, não em calçadas), será necessário remover vagas de estacionamento (inclusive as de Zona Azul) nas vias contempladas por este plano. A readequação na política de estacionamento se faz indispensável para otimizar a capacidade viária. Nesse processo, há a estimativa de supressão de 30 a 40 mil vagas de estacionamento em toda a cidade para dar lugar às novas ciclovias.

Fonte: Secom - Prefeitura de São Paulo

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais