Hospital Vila Nova Cachoeirinha avaliado como ótimo por 98% dos pacientes

Compartilhar

O atendimento médico do Hospital Municipal e Maternidade Escola Dr. Mário de Moraes Altenfelder Silva, da Vila Nova Cachoeirinha, zona Norte, é considerado entre ótimo e bom por 98% dos pacientes. Em relação à fidelização, 97% dos usuários recomendariam os serviços da instituição a amigos e parentes. Já 94,9% demonstraram satisfação geral em relação ao hospital.

Os números fazem parte de uma pesquisa realizada pelo hospital e revela a aprovação dos usuários. O Vila Nova Cachoeirinha é a instituição pública que realiza mais partos no Município. Em 2013 foram registrados 7.563 nascidos vivos na unidade. O Cachoeirinha - como é conhecido - realiza, em média, 21 partos por dia.

Taxa de satisfação – Ouvidoria 2006 a abril de 2014

Segundo a Ouvidoria do hospital, de janeiro a junho deste ano foram atendidos 134.622 pacientes em todas as especialidades, desde internações gerais, passando por partos, cirurgias, exames laboratoriais e de imagem e atendimentos ambulatoriais. Em 2012 foram registrados 241.474 atendimentos. Ao longo de 2013 foram 259.632.


No primeiro semestre deste ano, foram registrados 221 avaliações positivas. Os resultados positivos apresentados relacionam-se ao fato de os funcionários buscarem colocar em prática conceitos e diretrizes de qualidade e humanização nos atendimentos. Essas ações são recomendações locais, municipais, estaduais e federais. Além disso, a preocupação com o bem-estar do paciente, por meio da humanização do atendimento, resulta na satisfação das necessidades e expectativas dos usuários.

Aprovação


A dona de casa Tamara Santana Trombini, de 22 anos, é testemunha do bom atendimento. Mãe do recém-nascido Daniel, que esteve no alojamento conjunto do hospital, ela aprova a instituição. “Este é o meu segundo filho. Não tenho o que reclamar. O atendimento é maravilhoso”, disse.


O caso da desempregada Josie da Silva, de 24 anos, mãe do pequeno Miguel, é mais delicado. Ele nasceu prematuro mas, mesmo sensibilizada pelo momento difícil, ela diz ter sido muito bem acolhida no Cachoeirinha. “Ele é o meu primeiro filho e nasceu de 33 semanas. Estou desempregada e moro em Taipas. Agora, meu bebê está no leito de acompanhamento intermediário. O atendimento deste hospital é ótimo”, afirmou Josie.


Trata-se de um serviço de excelência no atendimento à mulher, especialmente na assistência às gestantes de alto risco e seus bebês. O mesmo rigor e qualidade pode ser verificado nas especialidades de ginecologia, oncologia pélvica e mamária, planejamento familiar e atenção à mulher vítima de violência sexual.


Com terreno de 22 mil m² e 20 mil m² de área construída, o hospital possui unidade neonatal de alto risco, 1.029 funcionários ativos e 284 terceirizados. Realiza atendimentos de demandas referenciadas e espontâneas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O Cachoeirinha acolhe seus pacientes em 172 leitos (o alojamento conjunto possui 50). A internação de adultos possui 29, o Hospital Dia quatro, a Casa da Gestante de Alto Risco tem 20 leitos e a unidade neonatal oferece 60, sendo 20 de unidade de terapia intensiva (UTI) neonatal e sete leitos de UTI para adultos.

Prêmios


Entre os prêmios recebidos pela maternidade, desde 2002, está o de Hospital Amigo da Criança. A endoscopia ginecológica ambulatorial também é diferencial do hospital da Vila Nova Cachoeirinha e ajuda a reduzir o tempo de internação das gestantes. Vale frisar que é o primeiro Hospital Público Municipal de Ensino do Brasil, reconhecido pelos ministérios da Saúde e da Educação. Por este motivo serão destinados, anualmente, cerca de R$ 3,5 milhões do governo federal para a manutenção dos serviços de ensino e pesquisa.

De acordo com Pedro Breuel, diretor do Cachoeirinha, há um trabalho para a redução de partos cesárea. Numa comparação com hospitais da rede particular é possível observar que um deles realiza 92% de cesárea, enquanto o Cachoeirinha fez 37% em 2013 e está na casa dos 30% em 2014. Já no pronto socorro, em 2012 foram realizados 50 mil atendimentos, em 2013 foram 59 mil e até junho deste ano eles chegam a 30 mil.

Atendimentos do Pronto Socorro 
De 2009 a junho de 2014

Fonte: PCSP/SMS/HMEC –Gerência Adjunta do CO/ Assist. Técnica de Informação em Saúde

Taxa Global de Cesáreas - Nascidos Vivos Comparativo entre o HMEC e Referenciais de Excelência em Obstetrícia de 2006 a 2013

Fonte: TabNet – Tabulação Online – SMS -www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/tabnet/index.php

Fonte: Secretaria da Saúde.

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais