Software gratuito garante acessibilidade na internet para pessoas com deficiência

Compartilhar

O programa Essential Accessibility, que amplia as funções de acessibilidade para pessoas com deficiência ao utilizar um computador pessoal na internet, poderá ser baixado gratuitamente pelo portal da Prefeitura de São Paulo a partir desta quinta-feira (28). Esta é a primeira vez que um órgão governamental oferece o serviço no país. O lançamento da nova ferramenta aconteceu em cerimônia na sede da Prefeitura.

Criado por uma empresa canadense, o Essential Accessibility funciona como um navegador com recursos que permitem, por exemplo, controlar o cursor do mouse com movimentos do rosto, comandos de voz, leitor de página, zoom em texto, imagem e teclado na tela. Pessoas com dificuldades de movimentação, deficiência visual moderada, dislexia, iliteracia e outros problemas que dificultam a leitura podem ser beneficiadas com o programa. A medida irá ajudar os usuários a acessar não só os serviços digitais do portal da Prefeitura, mas também em qualquer outro site da internet e sem custo.

“A iniciativa de disponibilizar esse programa para a população da cidade é louvável e é mais um instrumento que vai dar suporte às pessoas com algum déficit de mobilidade, que vão poder navegar pela internet agora, se apropriar de conhecimento e cultura, literalmente, com um piscar de olhos”, disse o prefeito Fernando Haddad.

De acordo com a secretária Marianne Pinotti (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida), a disponibilização do Essential Acessibility no portal da Prefeitura garante que os cidadãos tenham acessibilidade também no uso da internet, garantindo o acesso à informação que é fundamental para a cidadania. “A primeira ação que vai acontecer com esse software será a instalação em todas as 475 salas de recursos multifuncional, que são as salas de acessibilidade para crianças com deficiência, que são mais de 18 mil na rede de Educação. Com isso, poderemos oferecer para essa população a utilização dessa ferramenta. Aliás, não só para elas, mas para todos da cidade que quiserem baixar e usar”, afirmou.

O programa foi cedido para uso gratuitamente à Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida após um ano e meio de negociações. “Isso vai abrir a porta digital para muitas pessoas na cidade de São Paulo. Tomara que seja somente um começo e em breve, pessoas de outras cidades de todo o Brasil também possa contar com essa ferramenta”, disse o cônsul do Canadá na cidade de São Paulo, Stéphane Larue.


Download
Para utilizar o Essential Acessibility, o usuário precisa fazer o download do software, que está disponível na página da Secretária da Pessoa com Mobilidade Reduzida.

Após baixar o arquivo executável, é preciso instalar o programa no computador e utilizá-lo quando navegar na internet. O usuário pode consultar um guia disponível em português para tirar dúvidas.

“Esse programa faz uma ponte com as pessoas que não tem tecnologia assistiva para que elas possam acessar websites. É muito difícil para as pessoas adquirirem esse tipo de tecnologia para romper as barreiras de acessibilidade on-line. É difícil de achar, é caro para comprar e pode ser um desafio grande. Por isso, é importante deixar essa tecnologia disponível, principalmente para a área de comunicação da cidade”, disse o presidente da Essential Acessibility, Simon Dermer.


Beneficiados
De acordo com o Censo de 2010, cerca de 2,7 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência vivem na cidade de São Paulo, sendo 810 mil em situações mais severas. Em todo o Brasil, são 45 milhões de pessoas têm algum tipo de deficiência ou mais de 25% da população.

Entre essas pessoas está a equipe de dez profissionais, todos com paralisia cerebral, que fazem parte da revista “Bem-vindo a nós”, que existe há sete anos. O repórter Jony Costa, 26 anos, que participou do evento de lançamento do Essential Acessibility, destacou a mudança na rotina dele e dos colegas com o software. “A tecnologia vai nos ajudar muito dentro e fora da revista. Teremos ainda mais autonomia na hora de trabalhar e isso também vai me dar a oportunidade de me mostrar para a cidade, saindo da invisibilidade, como disse o prefeito”, afirmou Costa.


Fonte: Secom - Prefeitura de SP

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais