Polo da UAB no CEU Quinta do Sol oferecerá mais de 380 vagas

Compartilhar

O prefeito Fernando Haddad visitou na manhã desta segunda-feira (1º) o polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) no Centro Educacional Unificado (CEU) Quinta do Sol, na região do Parque Cisper, na zona leste. A unidade contará com 11 cursos de formação gratuitos, de sete universidades federais e estaduais, entre as quais, a Federal Fluminense (UFF), a do Estado de São Paulo (Unesp) e a Federal de São Paulo (Unifesp). Os cursos serão voltados a profissionais da educação e, no total, serão disponibilizas 389 vagas.


Na visita, o prefeito conversou com professores, pais e alunos sobre a implantação da UAB na cidade. Também participaram do encontro o secretário municipal da Educação, Cesar Callegari, a secretária-adjunta da pasta, Joane Vilela, além dos subprefeitos Pedro Guastaferro (Penha) e Sandra Regina Mancilla Lourenço (Ermelino Matarazzo).


"Nós já estamos com quase 4.000 alunos na universidade aberta do Brasil, em 32 polos. Então é um projeto que vingou. A perspectiva é ampliar a nossa oferta cada vez mais. Cada polo tem a possibilidade de acolher até mil estudantes e cursistas, o que significa dizer que hoje a capacidade instalada é para 30 mil", disse o prefeito.


Haddad destacou ainda as mudanças que a iniciativa trará no âmbito social. "Com uma comunidade universitária, o bairro muda. Há melhorias na segurança, na cultura e até mesmo no intercâmbio entre as pessoas. Ao ganharem a função de formação de jovens e professores no nível de pós-graduação, os CEUs mudarão também a cara da educação brasileira e de São Paulo em pouco tempo", afirmou.


Entre os cursos que serão oferecidos na unidade estão os de licenciaturas de Biologia, Pedagogia e Matemática - estes dois últimos ainda sem editais publicados. Também estão previstas especializações em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação à Distância; Tecnologias no Ensino da Matemática; Mídias na Educação; Práticas Pedagógicas; Educação Empreendedora; Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação para o Ensino Básico e Mídias na Educação. O curso de aperfeiçoamento em Educação Ambiental também será ministrado no local.


"Talvez nem todos tenham se dado conta, mas está sendo montada na Prefeitura de São Paulo uma nova USP, em matéria de dimensão. Nós provavelmente chegaremos até o final do governo com cerca de 60 mil alunos, que é mais ou menos o número de alunos da USP na cidade de São Paulo. Se trata de uma possibilidade que já é efetividade. É a presença das melhores universidades públicas do Brasil a serviço da formação dos professores de São Paulo", disse o secretário Callegari.


A UAB é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos à distância de nível superior em licenciatura, especialização, aperfeiçoamento e mestrado profissional para professores, gestores, trabalhadores em educação básica e público em geral. Presente em 31 CEUs e uma Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF), por meio de seus polos, a UAB-SP oferece atualmente cerca de 8.000 vagas em seus diferentes cursos, todos aprovados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Os professores que atuam na educação básica têm prioridade, mas os cursos também estão disponíveis para toda a população. 


Mais educação

A implantação da UAB na capital, iniciada no ano passado, tem parceria com 14 universidades e se dá no contexto do Programa Mais Educação São Paulo, de reorganização da Rede Municipal de Ensino. Um dos eixos do programa é a formação de educadores.


Em junho deste ano a Capes aprovou mais 13 polos de apoio presencial da UAB nos CEUs e um na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Gilberto Dupas, na zona norte da capital. Somados aos 18 polos já existentes, são 32 polos da UAB na capital.


CEI Vila Silvia I

O prefeito Haddad visitou ainda o Centro de Educação Infantil (CEI) Vila Sílvia I, onde reuniu-se com os pais. O equipamento inaugurado no ano passado, que teve as aulas iniciadas em fevereiro, atende a 192 alunos, sendo 71 do berçário. A unidade é conveniada, com a gestão da Associação dos Moradores do Jardim Áurea.


O prédio foi uma obra em parceria com o governo do estado e possui nove salas de aulas, sala de leitura, dois refeitórios, cozinha, lactário, sala de TV, solárium, parque com playground e banheiros com acessibilidade. O equipamento conta com 31 funcionários, sendo 19 professoras.

Fonte: Prefeitura de SP- Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais