Virada Esportiva terá mais de 2.000 atividades espalhadas por toda a cidade

Compartilhar

A oitava edição da Virada Esportiva, marcada para os dias 20 e 21 de setembro, terá mais de 2.000 atividades de esporte, lazer e recreação em mais de 400 endereços espalhados por toda a cidade. Serão 32 horas de programação diversificada, com esportes radicais, náuticos, corridas de rua e de skate e pedalada noturna.

O evento contará ainda com seis grandes arenas com atividades temáticas, uma em cada região da cidade. No Vale do Anhangabaú, no centro, terão atividades como skate, tênis de mesa, aulas de artes marciais, tirolesa, simuladores eletrônicos, brinquedos infláveis para crianças e programas socioculturais para idosos. No parque Cândido Portinari, ao lado do parque Villa Lobos, na zona oeste, estarão os esportes de inverno com rampa de snowboard e atividades com esqui, além de clínicas de tênis e corridas de obstáculos que simulam treinamentos militares.


Na Represa Guarapiranga, na zona sul, estarão os esportes aquáticos com clínicas de stand up paddle, rafting e wakeboard. Subidas em balão de ar quente, voo de asa delta, escalada em guindaste e bungee jump acontecerão no Parque do Carmo, na zona leste. Tradicional para os amantes do skate, o Parque Independência terá intensa programação durante todo o dia. No antigo Clube Tietê, que será aberto ao público a partir da Virada Esportiva, terão campeonatos de basquete 3x3, noturno de tênis, pêndulo gigante, slack line e bailão da terceira idade.

Ao apresentar nesta quarta-feira (10) a programação da Virada Esportiva, o secretário municipal de Esportes, Lazer e Recreação, Celso Jatene, ressaltou a importância da participação das pessoas nas atividades. A expectativa é que mais de 3,6 milhões de pessoas participem das atividades.

“A realização da Virada Esportiva não consegue atingir a magnitude que a gente sempre pretendeu sem os parceiros, que nos ajudam a organizar os eventos, e sem a participação das pessoas que moram na cidade. A gente quer que as pessoas se acostumem no dia a dia a praticar uma atividade física. E o que a gente quer é incentivar essa participação”, afirmou Jatene.

O incentivo à participação das pessoas corrobora com o conceito do evento, de ser mais participativo do que contemplativo. Das mais de 2.000 atividades programadas, apenas duas são para contemplação do público: uma escalada com dez atletas na Avenida Paulista e o show de motos no Vale do Anhangabaú.

“Foi uma aposta que nós fizemos: transformar a Virada em quase 100% participativa. Porque a gente quer que as pessoas se mexam e curtam a Virada participando dela”, afirmou o secretário.

Abertura
Diferentemente das edições anteriores, a abertura da Virada Esportiva será no Centro Esportivo e de Lazer Tietê, o antigo Clube Tietê que foi reformado e será reaberto à população no dia 20, às 10h. O local tem mais de 50 mil m² dedicados à atividade física, com quatro ginásios, sala de ginástica e dança, quatro quadras de tênis e 19 mil m² de área livre para eventos.

Virada Para Esportiva
A novidade desta edição será a Virada Para Esportiva com programação especial para deficientes físicos ou pessoas com mobilidade reduzida. Os destaques são partidas de vôlei, basquete, tênis e futebol adaptadas, além de capoeira e judô.

Segundo o secretário Jatene, a ideia é que a partir desta edição a programação para pessoas com necessidades especiais aumente. “A partir desta semente, [a ideia é que] a gente faça a Virada Para Esportiva crescer muito mais e, se Deus quiser, no ano que vem a gente consiga ter no mínimo duas atividades direcionadas às pessoas com necessidades especiais por local”, afirmou.

 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais