CEUs, centros esportivos e da comunidade terão atividades da Virada Esportiva neste fim de semana

Compartilhar

A oitava edição da Virada Esportiva ocorrerá neste fim de semana com mais de 2.000 atividades de esporte, lazer e recreação em mais de 400 endereços espalhados por toda a cidade. Serão 32 horas de programação diversificada, com esportes radicais, náuticos, corridas de rua e de skate e pedalada noturna.

Além das seis grandes arenas com atividades temáticas, uma em cada região da cidade, a programação deste ano se estenderá por 49 centros esportivos da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação, os 45 Centros Educacionais Unificados (CEUs), os centros da comunidade (CDCs), 13 unidades do Sesc e ainda clubes particulares.

"Quando falamos em Virada Esportiva, a gente quer que as pessoas saiam de casa, tenham opções próximas de casa e possam participar. Nesse ano, até os clubes sociais da cidade estão participando dentro do seu universo. Eles estão fazendo programações para participar da Virada com os seus sócios, que muitas vezes querem participar e não sabem aonde ir", disse o secretário municipal de Esportes, Lazer e Recreação, Celso Jatene, em visita ao Centro Esportivo e de Lazer Tietê nesta quarta-feira (17).

O CEU Paraisópolis, por exemplo, terá festival de dança das 10h às 16h, tanto no sábado quanto no domingo, além de aulas de judô, tênis de mesa e mergulho. Já o CEU Pera Marmelo programou capoeira, hidroginástica, oficina de circo e aula de zumba, entre outras atrações. O CEU São Rafael terá karatê, acantonamento, xadrez gigante e exibição de rugby. Caminhada, baile, vôlei, yoga e basquete de rua são os destaques do CEU Uirapuru.

Na programação do Sesc há também opções para todos os gostos. No Santana, os esportes na água são destaque, com parede de escalada dentro da piscina e stand up padle noturno; haverá ainda dança esportiva e corrida com o medalhista olímpico Vicente Lenilson.

Na unidade Santo Amaro, ganharão destaque os esportes de quadra, com festivais de vôlei, basquete de 3 e futebol de salão. Já o Sesc Pompéia programou parkour, manhã esportiva para crianças a partir de 3 anos, bate bote (recreação na piscina) e futsac (mistura de futevôlei, tênis e futebol) e ginásio no escuro, com luzes e som se misturando aos jogadores de futebol.

Nos centros esportivos municipais o público terá a opção de praticar tai chi chuan, dança de rua, balé infantil, judô e karatê incluídos na programação da unidade do Cambuci. Haverá ainda aula aberta de kickboxing, caminhada, brincadeiras infantis e roda de capoeira no Centro Esportivo Raul Tabajara, na Barra Funda. No Ceret do Jardim Anália Franco haverá alongamento musical, campeonato de Tae Kwon Do, ginástica funcional, gincana infantil e festival de tênis de campo. Já o Centro Esportivo Tiquatira montou uma programação que reúne também atenção médica, com nutricionistas e oftalmologistas, além de dança de salão, musculação, bocha, capoeira e judô.

Fonte: Prefeitura de SP - Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais