Haddad inicia licitação para hospital-maternidade com 250 leitos na Brasilândia

Compartilhar
O prefeito Fernando Haddad lançou na tarde deste sábado (20) o edital para a contratação da empresa que executará as obras do Hospital da Brasilândia, equipamento que vai  beneficiar os moradores da Subprefeitura da Freguesia do Ó-Brasilândia e todos os mais de 2 milhões de habitantes da zona norte da capital paulista. O processo é o último passo necessário para o início das obras, que deverá ocorrer em 2015. O equipamento será construído na Estrada do Sabão, 800. 
 
"Nós havíamos nos comprometido a licitar três novos hospitais na cidade de São Paulo. O que está acontecendo hoje é que essa promessa está sendo concretizada", afirmou o prefeito, citando os outros dois hospitais, o Santa Marina, no Jabaquara, que deve ser entregue no primeiro semestre de 2016, e o Hospital de Parelheiros, que já possui terreno, projeto executivo e recursos do Programa de Aceleração do Crescimento Mananciais. "Portanto, nós vamos honrar a promessa de abrir 1.000 novos leitos hospitalares na cidade de São Paulo. Tanto o hospital de Parelheiros quanto o Hospital da Brasilândia estão sendo prometidos há 25 anos. É uma dívida antiga que temos com a cidade e estamos saldando ela. Agora [o processo] é irreversível", completou.
 
Também presente, o secretário municipal de Saúde, José de Fillipi Júnior, destacou a importância do novo equipamento para a cidade. "Esse hospital vai atender mais prioritariamente a população da Brasilândia e da região norte, mas vai ser mais um hospital da nossa rede municipal e, portanto, vai atender aos 11 milhões de paulistanos", disse. 
 

O novo hospital de referência será um dos mais completos da cidade, com pronto socorro 24 horas, maternidade, centro cirúrgico, salas de emergência e ambulatórios pediátricos e adultos. Ao todo serão 250 leitos (dos quais 40 de UTI) e 42 mil m2 de área construída. Entre as especialidades que serão ofertadas pelo equipamento estão as de pediatria, ginecologia, radiologia e ortopedista.
 

O lançamento do edital, feito no Centro Esportivo Freguesia do Ó, reuniu dezenas de moradores e lideranças comunitárias da região. "Esperamos por esse hospital há mais de 20 anos. Certamente será uma grande obra para o povo que mora aqui", afirmou Leila de Oliveira, de 52 anos, moradora do bairro.
 
Hospital sustentável
O novo hospital terá mecanismos para o uso sustentável de recursos naturais, respeitando o meio ambiente. O equipamento prevê a reutilização de água para o tratamento de jardins e descargas, bem como a instalação de placas solares para a geração de água quente. Além disso, o projeto prevê aproveitamento máximo de luz e ventilação naturais para aumentar a economia de energia.
 
Fonte: Prefeitura de SP - Secom
 

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais