Folha de SP: Aprovação de Haddad sobe; maioria defende ciclovias

Compartilhar



“No momento em que cria uma rede de ciclovias em São Paulo, principal marca de seu segundo ano no cargo, o prefeito Fernando Haddad (PT) vê sua popularidade subir.

Segundo pesquisa Datafolha concluída na quarta-feira (17), o índice de quem considera sua gestão ótima ou boa subiu de 15%, em julho, para 22%. É o primeiro aumento desde as manifestações do ano passado.

A taxa de reprovação do prefeito (quem considera seu trabalho ruim ou péssimo) teve variação ainda maior e despencou de 47% para 28%.

Em junho, Haddad anunciou um plano de criar 400 km de ciclovias até o fim do ano que vem, dos quais 78,3 km já foram entregues.

Segundo a pesquisa, 80% dos paulistanos dizem ser a favor da implantação dessas vias e 60% acreditam que a bicicleta é um meio de transporte viável para o dia a dia.

Apesar disso, o número de adeptos é tímido –3% dizem usar a bike com frequência.

Um em cada três paulistanos tem bicicleta. Nesse grupo, 47% dizem já haver usado uma ciclovia da cidade. A maioria, porém, declara pedalar nessas vias no máximo duas vezes por semana.

Dos que não têm bicicleta, 22% afirmam que pretendem comprar no futuro próximo.

APROVAÇÃO

O aumento da popularidade de Haddad coincide também com uma maior exposição do prefeito.

Pressionado pelo PT, ele vem saindo mais do gabinete. Reforçou sua agenda pública nos últimos meses e passou a visitar obras para dar visibilidade a ações que ainda estão em andamento.

Sua gestão também começou a aparecer mais com o início do horário eleitoral na TV. O PT vem exibindo ações da prefeitura na propaganda de Alexandre Padilha, candidato ao governo do Estado.

A aprovação das faixas exclusivas de ônibus, marca do primeiro ano de Haddad, também cresceu –91% dos paulistano são favoráveis, uma alta de sete pontos em relação a junho passado, segundo o Datafolha.

Foram criados 358 km de faixas para os coletivos desde 2013, sobretudo após os protestos. Para 71%, elas melhoraram o trânsito.

De acordo com a pesquisa, 77% dos paulistanos usam ônibus. Desses, 23% avaliam o trabalho de Haddad como ótimo ou bom. Entre os usuários de carro, o índice de aprovação é menor (17%).

O Datafolha ouviu 1.121 pessoas acima de 16 anos na terça (16) e na quarta (17). A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais.”

Fonte: Matéria publicada no domingo (21/09) no Jornal Folha de SP

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais