Prefeitura de São Paulo instala Comissão da Verdade nesta semana

Compartilhar

Instituída pela Lei 16.012/2014, de 16 de junho, a Comissão da Memória e Verdade da Prefeitura de São Paulo será oficialmente “inaugurada” no próxima quinta-feira (25), em ato público no Edifício Ramos de Azevedo, que abriga o Arquivo Histórico de São Paulo e sediará a Comissão durante toda a sua vigência.

A escolha do local se deu pela sua relevância simbólica – o edifício é vizinho do antigo Presídio Tiradentes, por onde passaram diversos presos políticos, no contexto da ditadura – além de ser um lugar estratégico para os trabalhos de investigação, pois conserva o acervo documental da prefeitura.

A Comissão buscará esclarecer o papel desempenhado pela prefeitura e agentes públicos municipais, no período de 1964 a 1988, e garantir o direito do cidadão à memória e à verdade. As investigações deverão apurar indícios de perseguição e demissão de funcionários por motivação política, a ocultação de pessoas em cemitérios públicos municipais e a censura e repressão a educadores da rede pública municipal, entre outras frentes.

“A cidade de São Paulo concentra cerca de 20% dos mortos e desaparecidos políticos registrados no Brasil; aqui operavam o DOPS e o DOI-CODI e aqui foi encontrada a vala clandestina de Perus. A Prefeitura de São Paulo tem o dever de criar sua própria Comissão da Verdade para entender como foi sua participação nesse processo todo de repressão”, afirmou Rogério Sottili, secretário municipal de Direitos Humanos e Cidadania, pasta que administrará a comissão.

A secretaria trabalhará em diálogo estreito com as demais comissões da verdade estabelecidas no município, além da Comissão Nacional da Verdade.

A cerimônia de instalação da comissão contará com a presença de de familiares de mortos e desaparecidos políticos e militantes do tema, além do prefeito Fernando Haddad (PT), fará a nomeação dos cinco membros que serão responsáveis pela condução dos trabalhos do órgão.

Serviço

Instalação da Comissão da Memória e Verdade da Prefeitura de São Paulo
Onde: Arquivo Histórico de São Paulo - Praça Coronel Fernando Prestes, 152, Bom Retiro
Quando: Dia 25/9, às 18h30
Quanto: Grátis

Fonte: Spresso SP

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais