Ciclovia é uma alternativa segura para o transporte, diz Haddad

Compartilhar

O prefeito Fernando Haddad se encontrou na manhã desta quinta-feira (30) com o cicloativista norte-americano Gary Fisher, reconhecido como um dos criadores da mountain bike e um dos principais designers de bicicletas do mundo. Juntos, eles partiram do Centro Cultural de São Paulo, na zona sul, e seguiram pela ciclovia da Rua Vergueiro até a sede da Prefeitura, no centro. No caminho, passaram ainda pela Avenida Liberdade, pela Praça da Sé e pelas Rua Benjamin Constant e Libero Badaró - todos trechos já equipados com ciclovia.

"As cidades não comportam mais o modo de vida a que estamos habituados há 50 anos. Temos que mudar alguns hábitos e oferecer alternativas seguras. E a ciclovia é uma alternativa segura", afirmou o prefeito.

Pela primeira vez em São Paulo, o cicloativista aprovou as vias segregadas para bicicletas da cidade. "Este é um grande começo. [As ciclovias] Ainda não estão em um ponto onde as pessoas considerem como um sistema completo, mas é preciso investir. São Paulo está no caminho certo", afirmou Fisher.

Questionado se as mountain bikes são ideais para uma cidade como São Paulo, onde não são raras as ladeiras, o ciclista afirmou que sim. "A mountain bike é boa, mas também a bicicleta elétrica", disse. Fisher contou que sua mulher é médica em São Francisco, nos Estados Unidos, e que usa uma bicicleta elétrica para visitas domiciliares. "Nós temos carro, mas ela prefere a bicicleta elétrica, porque é mais rápida e mais eficiente", disse.

Na prefeitura, Haddad recebeu Fisher em seu gabinete. Na ocasião, conversaram sobre as taxas que incidem sobre as "magrelas" no Brasil, índice que pode chegar a algo em torno de 50% do valor final do produto e sobre a cultura do automóvel imposta à cidade nas últimas décadas.

"Longe de ser um transporte anacrônico, [a bicicleta] é um transporte que dialoga com uma agenda atualíssima, não só pela questão do trânsito, mas também pela questão ambiental e pela questão de saúde pública", lembrou o prefeito.

Haddad contou a jornalistas que Fisher insistiu que o investimento em ciclovias é um importante aliado no combate ao sedentarismo. "Ele enfatizou muito a questão de saúde pública. Ele corretamente está dizendo que nós estamos gastando uma montanha de recursos públicos em saúde quando nós poderíamos ter ações preventivas e de promoção da saúde em que a bicicleta pudesse fazer parte de um outro cenário", afirmou Haddad.

Plano cicloviário
Na última sexta-feira (23), a Prefeitura alcançou a marca de 100 quilômetros de ciclovias implementados desde junho de 2014, quando teve início o projeto SP 400km. Ao longo da semana, o bairro do Jaguaré, na zona oeste, ganhou 3,1 km de vias segregadas para bicicletas e, neste final de semana, o bairro do Morumbi, na zona sul, ganhará mais 2,3 km de ciclovia. A administração municipal vai implementar 400 quilômetros de ciclovias até o final de 2015. Esta é a Meta 97, do Programa de Metas.

O projeto de ciclovias está articulado com a estrutura de transporte público da cidade e se soma aos 63 quilômetros de ciclovias que já existiam na cidade desde a gestão passada. A extensão pretendida se somará ainda aos 150 quilômetros de ciclovias previstas para serem implantadas junto aos futuros corredores de ônibus.

A Prefeitura de São Paulo também vem trabalhando para ampliar os locais de paradas, conhecidos como paraciclos. Após a inauguração do bicicletário municipal com 102 vagas no Largo da Batata, na zona oeste, realizada em agosto, o município está estruturando um processo licitatório para adquirir 8.000 novos paraciclos para se somarem aos 113 equipamentos existentes.

Fonte: Prefeitura de SP - Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais