Participação popular e transparência são marcas da gestão Haddad

Compartilhar

 

Uma série de ações estão sendo realizadas pela gestão Haddad para garantir maior participação popular na administração da cidade, como por exemplo, a constituição dos conselhos da Cidade, dos Conselhos Participativos nas subprefeituras e a instituição da São Paulo Aberta, que representa um conjunto de ações para garantir maior transparência, prestação de contas e participação social.

O programa #GabineteAberto faz parte do projeto, semanalmente um representante da gestão Haddad participa de entrevista com jornalistas, blogueiros e com a população, que pode encaminhar perguntas pelo chat ou redes sociais.

De acordo com a produtora do programa, Ana Clara, todas as perguntas são respondidas, mas nem todas são encaminhadas para o entrevistador devido ao espaço de tempo do programa , "O que a gente procura fazer é sistematizar, juntar perguntas com o mesmo caráter e passar para o entrevistador fazer durante o programa”, afirma ela.

A São Paulo Aberta é formada por um Comitê Intersecretarial de governo que envolve 14 secretarias. Ela surgiu a partir de uma das metas, a 116 do Plano de Governo, que visa instituir o gabinete digital,  com a criação da São Paulo Aberta está meta foi ampliada

Durante entrevista exclusiva para o Diretório Municipal do PT de São Paulo, o prefeito falou sobre a importância do #GabineteAberto como forma de estabelecer uma comunicação mais direta com a população. Quando questionado sobre os filtros da grande imprensa sobre as questões da cidade Haddad ressalta, “o problema não é o filtro da imprensa, o problema é que tem poucos filtros, e  deveria servir, no bom sentido, para qualificar a informação, tirar o ruído, tirar o pó, deixar o gosto do café. Deixar a informação purificada, livre de impurezas, muitas vezes o que a gente vê é que o filtro torna mais impuro, desinforma mais do que informa”, afirmou ele.

 O prefeito também falou sobre a concentração da propriedade dos meios de comunicação em poucas mãos, com isso a grande imprensa acaba pautando a política, tanto local como nacional, e a população tem pouca oportunidade de pautar o poder público e se informar livremente sobre os acontecimentos da cidade. Segundo ele, é preciso aproveitar as redes sociais e a tecnologia da informação para abrir novos canais de comunicação, e fazer uma agenda mais aderente à vontade da população.

As secretarias envolvidas no comitê intersecretarial são secretaria de Governo; de Relações Internacionais Federativas; Cultura; Transporte; Finanças e Orçamento; Desenvolvimento Urbano; Direitos Humanos; Comunicação; Serviços; Relações Governamentais; Coordenação das Subprefeituras; Prodam, Controladoria Geral do Município e Secretaria de Planejamento.

Últimos artigos

Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais
Rui Falcão: As alternativas do PT para a Previdência
segunda, 13 março 2017, 19:03
  Em meio às manifestações contra o desmonte da Previdência (e foi notável a reação das mulheres no 8 de março, dia de luta também contra o conservadorismo e a violência), abre-se agora o debate sobre qual a melhor tática... Leia Mais