Valter Correia da Silva assume Secretaria Municipal de Gestão

Compartilhar

 

O ex-chefe da Assessoria Especial para Modernização da Gestão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Valter Correia da Silva, assumiu na manhã desta quarta-feira (4) a nova Secretaria Municipal de Gestão, antiga Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempla). Silva substitui Leda Paulani, que deixa o cargo para dedicar-se à academia. Durante a cerimônia de transmissão de cargo, realizada na sede da Prefeitura, o prefeito Fernando Haddad falou do desafio da pasta na gestão de pessoas.  


 "Nossa máquina que tem mil debilidades, mas não por culpa dos servidores, que muitas vezes são vítimas de um processo histórico de desmonte e também pelo endividamento da cidade. Há 20 anos São Paulo tenta reencontrar o seu caminho de desenvolvimento a duríssimas penas. E sabemos o quanto os servidores que se mantiveram nessa máquina estão ainda dispostos a revigorá-la. Estamos todos aqui na mesma canoa, para tentar resgatar o dinamismo, o pioneirismo e o empreendedorismo da municipalidade", disse. 


Em seu discurso, o novo secretário afirmou que tem como principal objetivo justamente dar excelência aos serviços prestados pela Prefeitura. "Gestão Pública é um conceito muito amplo, que reúne a inauguração de políticas públicas, a discussão participativa do orçamento - uma nova forma de gerirmos os recursos públicos -, mas tem também toda essa parte da melhoria da prestação de serviços. Temos que fazer uma mudança cultural. Chamar os servidores para assumir esse compromisso, vestir a camisa e melhorarmos a prestação de serviços para a população. Esse é o nosso maior desafio, seja qual área for a da Prefeitura. Nosso foco deve ser o cidadão e a cidadã. Temos que nos preparar cada vez mais para podermos desenvolver instrumentos de gestão para que a sociedade sinta o efeito lá na ponta", afirmou o secretário, destacando que, para essa mudança, o investimento nos servidores é essencial.


Durante a cerimônia, Haddad deu boas vindas ao novo secretário e agradeceu Leda Paulani pelos mais de dois anos de empenho à frente de Sempla. Durante a sua trajetória na Prefeitura, Leda esteve a frente de projetos como a elaboração e discussão pública do Plano de Metas, a reestruturação das carreiras de especialistas, de profissionais da Saúde e ainda dos servidores de nível básico e médio. 


"É preciso dizer que sou muito grata pela oportunidade de participar de um projeto tão importante, tão avançado e tão necessário à nossa cidade de São Paulo. O seu projeto para a cidade é dos mais avançados e progressistas que ela já teve. É preciso dizer que dentro das minhas limitações e dentro das limitações materiais e de recursos humanos da Prefeitura, fiz o que esteve ao meu alcance. Muitas vezes tive dúvidas sobre qual a melhor forma de fazer as coisas, mas não sobre a direção que elas deveriam seguir. Sempre estiveram presentes por traz de tudo os princípios e valores que comungamos há quase três décadas e os sonhos que igualmente partilhamos", disse Leda, referindo-se ao prefeito. 


Acompanharam a cerimônia de transmissão de cargo secretários municipais. a vice-prefeita Nádia Campeão e representantes de diversas pastas da administração municipal. 

Reestruturação secretarial

Além da mudança de nome de Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão para Secretaria Municipal de Gestão, alguns setores antes subordinados à Sempla passarão às secretarias municipais de Finanças e Desenvolvimento Econômico (SF) e de Governo (CGM). À primeira ficarão subordinadas as coordenadorias do Orçamento (CGO) e de Planejamento (Coplan). 


Já a CGM ficará responsável pela Coordenadoria de Gestão de Participação, com a denominação alterada para Coordenadoria de Participação em Planejamento e Orçamento (CPPO) e ainda pelo Conselho Municipal de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP).

 

Biografia

Valter Correia da Silva foi chefe da Assessoria Especial para Modernização da Gestão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão de novembro de 2012 a fevereiro de 2015. Exerceu também no ministério o cargo de secretário-executivo adjunto de fevereiro de 2011 a novembro de 2012 e o cargo de secretário de Gestão de 2005 a 2007. 


Foi ainda secretário de Administração e Modernização Administrativa no município de São Bernardo do Campo/SP de janeiro de 2009 a fevereiro de 2011, diretor-presidente da Empresa Gestora de Ativos (Emgea) de 2007 a 2008 e desempenhou a função de secretário de Administração e Modernização Administrativa do Município de Guarulhos/SP de janeiro de 2001 a dezembro de 2004. 


O novo secretário é ainda graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelo Instituto Metodista de Ensino Superior de São Bernardo do Campo (1986).

Fonte: Secom - Prefeitura de SP

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais