Circuito São Paulo de Cultura levará 500 atrações gratuitas a 40 pontos da cidade

Compartilhar

 

A programação da primeira etapa do Circuito São Paulo de Cultura 2015 levará a partir deste final de semana, mais de 500 atrações culturais gratuitas a quase 40 pontos de todas as regiões da cidade até o fim do mês de julho. A programação completa foi divulgada em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (16) na sede da Prefeitura e o cidadão pode consultar os espetáculos por linguagem, datas, faixa etária e local pelo site do evento.


Além de shows musicais, peças de teatro, dança e espetáculos infantis, que foram o foco da primeira edição no ano passado, em 2015, o evento conta com extensa programação de cinema, circo e literatura.  As atrações acontecerão em sete teatros, 27 bibliotecas públicas, dois pontos de leitura, dois ônibus-biblioteca, além dos centros culturais da Juventude, na zona norte, de Cidade Tiradentes, na zona leste e na Galeria Olido, na região central.


“Uma de nossas principais diretrizes é a de preservar os grandes eventos, como a Virada Cultural e outros associados ao calendário da cidade, mas também tentar descentralizar ao máximo as atividades culturais para ocupar todos os equipamentos públicos da cidade adequados para isso”, afirmou o prefeito Fernando Haddad.


“A gente tem (na programação) as diferentes linguagens artísticas e culturais que estão presentes neste circuito. A música, a dança, o teatro, a literatura, o infantil e o cinema, que vai crescer muito mais quando tivermos as salas de cinema em toda a cidade”, disse o secretário municipal da Cultura, Nabil Bounduki.


Na segunda etapa, que terá programação divulgada nos próximos meses, serão adicionados ainda os 45 Centros Educacionais Unificados (CEU) e dois teatros que estão concluindo reformas, o Paulo Eiró, em Santo Amaro e Artur Azevedo, na Mooca. Serão mais quatro meses de programação somando mais de 600 atrações.


“Não temos uma política em um lugar só da cidade e nem em um único período, como no passado, com a Virada Cultural que acontecia em um mês e em lugar só, no centro. Temos uma programação que é distribuída na cidade como um todo e com uma qualidade grande”, afirmou o secretário Bounduki.


“A cidade está vivento um forte movimento cultural. Tudo o que você oferece de cultura na cidade lota. A fome de cultura está grande e a divulgação é importante para que as pessoas se programem. Estamos divulgando os quatro primeiros meses e quando tivermos os outros quatro vamos divulgar também”, disse Haddad.


O Circuito São Paulo de Cultura, em sua primeira edição, colaborou para aumentar em 42% o público nos equipamentos da Secretaria Municipal da Cultura no ano passado, promovendo mais 1.000 atrações, com público superior a 1 milhão de pessoas. Nesta primeira fase de 2015, serão investidos R$ 5,4 milhões com o circuito.


“Nós temos espaço para crescer ainda mais. A gente já aumentou em mais de 40% a frequência, mas temos espaço nos equipamentos para crescer. Isso depende de boa divulgação e envolvimento da comunidade para que caminhe bem”, afirmou o prefeito. 


“Se em quatro meses, conseguimos aumentar em mais de 40% a frequência, com oito meses agora e 600 apresentações, podemos ampliar ainda mais”, disse Haddad.


A abertura do evento acontecerá no domingo (22), no auditório do Ibirapuera, com apresentação gratuita da cantora francesa, ZAZ, que está lançando seu disco “Paris” em uma turnê por mais de 50 países. A francesa se apresentará com as brasileiras Céu e Tulipa Ruiz. Só de atrações musicais como essa, o circuito contará com 160 shows.


A coordenadora da política para a primeira infância, o programa São Paulo Carinhosa, Ana Estela Haddad, lembrou que quase 200 atrações serão voltadas para as crianças e os investimentos em espetáculos para os baixinhos cresceu de R$ 200 mil para R$ 1 milhão. 


“Começamos o ano passado com alguma programação mais pontual voltada para a infância. Fizemos uma programação específica no aniversário de São Paulo, no Carnaval teve bailinho, depois, teve a Viradinha Cultural e foi um grande sucesso. Todos os eventos tiveram bastante cheios e o público gostou muito”, disse.


Participaram ainda da entrevista coletiva o presidente da SPCine, Alfredo Manevy e artistas como Edgard Scandurra e Taciana Barros, do grupo Pequeno Cidadão e o cantor Marcelo Jeneci.

Fonte: Prefeitura de SP - Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais