Haddad anuncia estudo para construção de 1.300 moradias no Grajaú

Compartilhar

 

Durante sua visita a ação “Prefeitura no Bairro”, realizada no Parque São Miguel, região do Grajaú, o prefeito Fernando Haddad anunciou neste sábado (21) a criação de um novo projeto com mais de 1.300 unidades habitacionais. A medida visa beneficiar mais de seis mil moradores da região sul da cidade não só com moradias, mas também com equipamentos públicos que serão integrados ao futuro condomínio.

“Ele [o projeto] vai garantir que os imóveis sejam de qualidade, pois não adianta amontoar gente. Tem que ter área livre, tem que ter área de lazer, tem que ter espaço para construir creche, para construir escola. Seis mil pessoas podem morar nesse condomínio e nessas seis mil pessoas tem muita criança e muito idoso. Por isso a importância de existir um espaço público também para as pessoas desenvolverem suas atividades”, afirmou o prefeito Fernando Haddad.

O anúncio de hoje faz parte da primeira etapa da concepção, que consiste na análise de acordo com a legislação vigente para atender as demandas atuais da comunidade. Após a emissão de um relatório sobre o loteamento comunitário, o projeto será encaminhado para análise da financiadora da obra, Caixa Econômica Federal, para aprovação. Os moradores serão sorteados assim que 50% da construção esteja concluída.


Prefeitura no bairro
Desde a última segunda-feira (16) o Parque São Miguel, no Grajaú, recebe a ação integrada “Prefeitura no Bairro”, que tem como objetivo levar serviços voltados ao cidadão, intervenções de zeladoria e políticas públicas para os bairros mais distantes e carentes de São Paulo. Até o próximo dia 27, os moradores da região poderão aproveitar as atividades e serviços oferecidos.

“Nós viemos aqui para dizer para vocês, mais uma vez, que a Prefeitura de São Paulo é uma prefeitura que se importa em cuidar da cidade aonde ela precisa ser cuidada. O nosso slogan é fazendo o que precisa ser feito, porque é o que estamos fazendo aqui essa semana toda e vamos fazer a semana que vem, cuidando do bairro, ouvindo vocês, trazendo mais atendimentos na saúde, na educação, da CET nos bairros. É o governo perto do povo, que ouve a população”, afirmou a vice-prefeita e coordenadora do Comitê Integrado de Subprefeituras (CIS), Nádia Campeão.

Durante 15 dias, todas as secretarias municipais intensificam serviços como limpeza de córregos, bocas de lobo, operações Cata Bagulho e Tapa Buraco, além de podas de árvores e manutenções de praças e parques. A região também recebe ações de desratização, melhorias na iluminação pública, limpeza de pontos de descarte irregular de entulhos e instalação de novas sinalizações de trânsito.
“A nossa prioridade aqui é levar os serviços simultaneamente para as pessoas até tomarem conhecimento do que a Prefeitura oferece”, afirmou o prefeito.

Campanhas de saúde ligadas a vacinação e combate da dengue, além da emissão de carteiras de trabalho e cadastros em programas sociais também fazem parte da ação integrada. Tendas de atendimento ainda recebem os munícipes para registro de reclamações, sugestões e informações sobre programa como habitacionais e de educação.

Francilene Gonçalves Moraes, 34 anos, mora em um loteamento próximo à região e já havia passado na tenda da Subprefeitura para pedir que asfaltassem a área onde mora. Na última sexta-feira, ela levou as filhas para receberem orientações de higiene bucal e receberem kits (pasta, escova e fio dental). "Essa iniciativa é bem legal. Várias vezes deixamos de fazer as coisas porque não temos tempo. Com a Prefeitura aqui no bairro economizamos tempo. Não há desculpa para não vir”, afirmou.

Junto ao prefeito e a vice-prefeita, estiveram presentes nas atividades os secretários municipais Antonio Pinto (Promoção da Igualdade Racial), Artur Henrique (Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo), Denise Dau (Políticas para Mulheres), Eduardo Suplicy (Direitos Humanos), Gabriel Chalita (Educação), José Floriano (Habitação), Marianne Pinotti (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida), Nunzio Briguglio (Comunicação), Robinson Barreirinhas (Negócios Jurídicos), Simão Pedro (Serviços) e Wanderley Meira (Verde e Meio Ambiente).


Até o próximo dia 27, a população do Grajaú pode contar com os seguintes serviços:

Zeladoria e Manutenção: Praça de Atendimento; limpeza de bueiros, galerias, tubos e conexões e córregos; operações, Cata-Bagulho e Tapa-Buraco; poda de árvores; limpeza de praças e áreas ajardinadas.

Verde e Meio Ambiente: Ações de educação ambiental e distribuição de mudas para a população.

Saúde: Campanhas de vacinação e orientações a crianças, adolescentes, adultos e idosos campanha contra dengue (ações para evitar proliferação), doenças sinantrópicas (pombos, escorpiões, abelhas, formigas, etc..), cuidados, tratamento e vacinação de animais de estimação, desratização; teste de HIV/DST.

Serviços: Pintura de guias; remoção de propaganda irregular, manutenção da rede pública de iluminação, varrição das ruas e limpeza de pontos viciados.

Transportes/CET: Atendimento da SPTrans; CET no seu Bairro; sinalização de postos de saúde e escolas.
Educação: Mutirão de poda de árvores nas escolas, palestras sobre educação ambiental, sobre cultura infantil/popular, sobre o protagonismo além dos muros da escola; ações inclusão social.

Cultura: Ônibus-biblioteca e atividades culturais.

Habitação: Orientação sobre questão habitacional; cadastramento de comunidades.

Mulheres: Ônibus de Atendimento à mulher, do programa “Mulher, Viver sem Violência”.

Direitos Humanos: ações voltadas à juventude; serviços para idosos; atendimento Conselho Tutelar.

Trabalho: CAT Móvel com emissão carteira de trabalho; preparação de currículo; seguro-desemprego.
Assistência e Desenvolvimento Social: Inclusão das famílias em programas de transferência de renda; revisão cadastral; atualização de dados no CADUnico, orientações a respeito de benefícios eventuais; encaminhamentos às Unidades Estatais - CRAS / CREAS para atendimento social (se necessário).

Promoção da Igualdade Racial: Pancadão, com divulgação do projeto “Funk SP” e o que já foi feito na região. Orientação sobre ocupação de vias publicas, atividades voltadas à Juventude; apresentação dos serviços voltados para Saúde da População Negra (em parceira com a SMS).

Segurança Urbana: Campanha de desarmamento; mediação de conflitos.

Defesa Civil: Orientação sobre áreas de risco e riscos de enchente.

Esporte: Saúde no Esporte (orientações para prática esportiva); atividades lúdicas (brincadeiras, pinturas).

Fonte: Prefeitura de SP - Secom

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais