Haddad expande programa contra crack para todas regiões de SP

Compartilhar

 

 

O programa social “De Braços Abertos”, que completou um ano em janeiro deste ano, será ampliado pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). A iniciativa passará a oferecer auxílio aos usuários de drogas de todas as regiões da cidade a partir do segundo semestre de 2015. Antes, o programa só estava implementado na Cracolância, no centro da capital.

O programa irá se estender para os bairros de Santana, na Zona Norte, M’Boi Mirim, Santo Amaro e Vila Mariana, na Zona Sul; Cidade Tiradentes, na Zona Leste e Vila Leopoldina, na Zona Oeste.

O repasse de recursos da União ao município será de R$ 6 milhões e será válido pelo período de um ano. O “De Braços Abertos” é um programa que oferece aos usuários de crack uma remuneração de R$ 15 por dia de trabalho em atividades como zelador. Eles recebem capacitação profissional, três alimentações diárias e vagas em hotéis da região da Cracolândia.

Segundo dados divulgados em janeiro pela Secretaria da Saúde do estado, desde que foi implementado, o programa reduziu em 80% o fluxo de dependentes químicos no centro da cidade.

No início desta fase de expansão nas regiões da periferia, não será ofertado serviço em troca de remuneração e moradia. Primeiro haverá atendimento social e de saúde aos dependentes e, depois, atividades como zeladoria serão implementadas.

A prefeitura de São Paulo fez um convênio com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), que financia a expansão do programa. O “De Braços Abertos” tem o objetivo de entender a situação na área e minimizar os danos para a cidade e para quem faz uso da droga.

Desde janeiro do ano passado, o programa já atendeu 798 dependentes químicos e 40 crianças, filhas de beneficiários, foram acolhidas nos hotéis. Dos dependentes, 16 conseguiram emprego formal após 7 meses de programa.

Serão instalados também traillers adaptados para poder entender o perfil do usuário. Os primeiros meses são essenciais para identificar quem são os usuários que precisam de atendimento em casa localidade.

Fonte: Agência PT

Últimos artigos

Por Rui Falcão: Uma semana decisiva que culmina dia 28
segunda, 24 abril 2017, 18:14
    O PT apoia e participa da greve geral nesta sexta-feira, e sua Executiva Nacional estará em Curitiba dia 2 de maio, em homenagem à festa da democracia do dia 3   Paulo Pinto/Agência PT Ato preparatório para a greve geral do... Leia Mais
Por Rui Falcão: A necessidade de derrubar Temer e eleger Lula
terça, 18 abril 2017, 15:08
  Nosso caminho é aumentar as mobilizações, repelir o canto de sereia dos acordos por cima, defender os direitos e lutar pela antecipação das eleições   A impopularidade e o descrédito crescentes de Temer & seus asseclas; a... Leia Mais
Simão Pedro Chiovetti: A gestão Doria – vender SP
quarta, 12 abril 2017, 16:37
  Doria em menos de 100 dias demonstrou que não tem apego algum por SP e muito menos pelos paulistanos da periferia e classe média   Próximo de completar apenas 100 dias à frente da Prefeitura de SP, já é possível perceber que as... Leia Mais
Por Vitor Marques: 100 dias de governo João Doria: a São Paulo virtual e a São Paulo real
quarta, 12 abril 2017, 15:06
  Empossados os novos governos, via de regra, é esperado que a população tenha uma receptividade e uma tolerância maior com aqueles que estão iniciando a nova gestão. Este período é conhecido no vocabulário político como “lua... Leia Mais
Por Emídio de Souza: Algo está errado
terça, 11 abril 2017, 21:35
  Algo está errado. Contrariando a tradição da política brasileira, um partido chama seus filiados a debater seu futuro e escolher seus dirigentes. Mais de 250 mil atendem ao chamado e, sem serem obrigados, vão às urnas em quase 4... Leia Mais